Vila Nova perde em casa e começa terceira fase da Copa do Brasil em desvantagem

Postado em: 01-06-2021 às 18h26
Por: Breno Modesto
Com gol de Rodriguinho, o Bahia triunfou diante do Vila Nova pelo placar de 1 a 0 | Foto: Afonso Cardoso

O primeiro confronto entre Vila Nova e Bahia na história da Copa do Brasil terminou com um triunfo baiano. Mesmo jogando fora de casa, o Tricolor bateu o Tigre por 1 a 0. O único gol da partida, que dá a vantagem do empate no jogo da volta para os visitantes, foi marcado por Rodriguinho.

A partida de volta acontecerá na quarta-feira (9) da próxima semana, às 19h, no Estádio de Pituaçu. Para avançar às oitavas de final no tempo normal, o Colorado terá de vencer o Bahia por dois ou mais gols de diferença. Caso triunfe por um gol de diferença, a decisão da vaga será nos pênaltis.

O jogo

Vila Nova e Bahia protagonizaram uma partida disputadíssima desde os primeiros minutos de jogo. Apesar de jogar fora de casa, foi o Tricolor quem começou mandando nas ações ofensivas. Logo aos oito minutos, o atacante Rodriguinho já havia colocado a bola na trave de Georgemy. Coincidentemente, foi a primeira jogada de perigo ao longo dos 90 minutos.

A resposta do Tigre veio três minutos depois, quando Kelvin chegou na linha de fundo e cruzou. Para cortar o risco de gol, a defesa visitante desviou o cruzamento, e quase mandou contra o próprio patrimônio. Aos 16, Rodriguinho apareceu novamente. Depois de uma falta cobrada por Rossi, o camisa 10 bateu para o gol e obrigou Georgemy a fazer uma defesaça para evitar que o primeiro gol da tarde saísse.  

Na marca dos 19 minutos, o Bahia voltou a colocar uma bola na trave colorada. Depois de puxar contra-ataque, Daniel encontrou Thonny Anderson livre pelo meio. O atacante driblou a marcação vilanovense, e, de cavadinha, tocou por cima de Georgemy. Caprichosamente, a bola “beijou” o pé do poste do camisa 1.

Depois disso, a temperatura do confronto caiu e só voltou a ter uma grande oportunidade aos 42, quando Kelvin recebeu na ponta direita, gingou para cima da defesa baiana e bateu colocado no canto de Mateus Claus, que fez a defesa sem muitos sustos.

Na volta do intervalo, o placar foi aberto logo na primeira volta do relógio. Depois de um lançamento de Patrick de Lucca, Rossi chegou à linha de fundo e cruzou na medida para Rodriguinho, que subiu mais alto que o sistema defensivo vilanovense e desviou de cabeça, no canto oposto de Georgemy, que não conseguiu alcançar a bola e viu ela morrer no fundo das redes.

O Colorado sentiu o baque e só chegou aos 13, com Cardoso, que havia acabado de entrar. O atacante recebeu na intermediária direita e encheu o pé. Com uma grande defesa, o arqueiro baiano salvou seu time de sofrer o empate. Três minutos mais tarde, Rodriguinho voltou a incomodar Georgemy. Depois de um cruzamento de Rossi, o camisa 10 pegou de primeira e viu o goleiro colorado espalmar para salvar o Tigre.

Aos 36, o Vila Nova teve sua melhor chance. Depois de uma falta sofrida por Willian Formiga na entrada da área, o volante Dudu ajeitou a bola e se encarregou da cobrança da bola parada. Com categoria, o camisa 6 mandou colocado, mas viu a finalização tocar o travessão de Mateus Claus.

Ficha técnica


Vila Nova 0x1 Bahia


Data: 1 de junho de 2021


Horário: 16h30


Local: Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO)

Gol: Rodriguinho (1’/2T) – BAH

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)


Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e André da Silva Bitencourt (RS)

Vila Nova: Georgemy; Pedro Bambu, Renato, Walisson Maia e Willian Formiga; Deivid, Dudu e Arthur Rezende (João Pedro); Pedro Júnior, Henan (Cardoso) e Kelvin (Thiaguinho).


Técnico: Wagner Lopes


Bahia: Mateus Claus; Renan Guedes, Conti, Juninho e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Jonas), Daniel (Matheus Galdezani) e Thaciano; Rossi (Óscar Ruiz), Thonny Anderson (Gilberto) e Rodriguinho (Alesson).


Técnico: Dado Cavalcanti

Compartilhe: