Consultado para que Copa América ocorresse em Goiás, Caiado pediu “série de condições”

Postado em: 01-06-2021 às 19h57
Por: Carlos Nathan Sampaio
Dentre as exigências do governador, estão "bolha para proteção de atletas" e que todos estejam vacinados | Foto: divulgação

Minutos após a confirmação de Goiás como um dos Estados para sediar a Copa América, o governador Ronaldo Caiado (DEM) disse, em suas redes sociais, que foi consultado sobre o assunto, mas que “determinou uma série de condições exigidas para que Goiânia pudesse receber jogos”.

De acordo com o chefe do Estado, a Confederação Sul-Americana de Futebol do evento aceitou as exigências. Dentre os pedidos estão bolha para proteção de atletas, comissão técnica, árbitros, imprensa e os demais envolvidos na realização das partidas, e que todos fossem vacinados contra a Covid-19. Até então, a informação é de que os jogos serão realizados no Estádio Olímpico, sem a presença de público, e o Serra Dourada servirá como suporte para as seleções.

“Não podemos politizar esse assunto de Copa América. Porque estamos tendo Campeonato Brasileiro, Sul-Americana, Libertadores e Eliminatórias. Tivemos estaduais. Qual a diferença se protocolos até mais rígidos de segurança serão tomados? É preciso pensar na saúde e ter coerência”, disse Caiado em uma de suas postagens, reforçando, também, que não vai “gastar um centavo com a competição”.

Confira na íntegra a explicação do governador de Goiás:

Compartilhe: