Gláuber Ramos explica mudanças na equipe: “Cada um tem sua característica”

O Goiás voltou a vencer após três jogos e retornou ao G-4 da Série B. A equipe esmeraldina venceu com tranquilidade o

Postado em: 21-07-2021 às 09h33
Por: Victor Pimenta
Treinador aproveitou para desejar boas-vindas para novo treinador | foto: Fernando Lima / Goiás EC

O Goiás voltou a vencer após três jogos e retornou ao G-4 da Série B. A equipe esmeraldina venceu com tranquilidade o Botafogo por 2 a 0, sob o comando do então treinador Gláuber Ramos, que agora volta função de auxiliar. Marcelo Cabo que foi anunciado antes mesmo do confronto já assume o clube na sexta-feira.

“Ele vai encontrar um grupo muito forte, muito qualificado, que tem condições de subir para a Série A que é o objetivo. Em todas posições tem atletas bastante qualificados e que fazem mais de uma função dentro de campo e que vai ter um grupo que está com vontade de alcançar o objetivo e tem qualidade, que é o principal. As vezes não é só ter vontade, mas também qualidade. É um grupo que se dedica bastante, que treina forte eu que conheço todos, sei que há bastante respeito no dia-a-dia e eu passarei para ele e para a comissão o grupo forte que temos”, disse Gláuber Ramos que desejou boas-vindas para o novo treinador.

Na vitória diante do Botafogo, a equipe esmeraldina entrou com uma formação diferente do que vinha atuando desde a chegada do antigo treinador Pintado. Gláuber Ramos optou por mudar o 4-3-3 para o 4-4-2 e com isso o time ganhou mais a posse da bola no meio-campo e ele explicou o porquê da mudança e aproveitou para agradecer a confiança do presidente.

Continua após a publicidade

“Cada treinador tem uma característica de trabalho. A comissão que saiu tinha uma maneira de trabalhar, tinha um modelo de jogo e eu penso diferente até pelos atletas que tem. Tenho que externar total apoio ao presidente que me colocou mais uma vez para dirigir a equipe, sei que recebeu muitas críticas por trocar a comissão. Agradeço o apoio porque posso dizer que o presidente também ganhou o jogo. A mudança foi conversada com os membros da comissão, com o próprio presidente e que ele aprovou a forma como eu queria jogar […] pedi para eles ficarem com a posse da bola, para jogarmos no campo deles e conseguimos fazer isso em dois terços do jogo”, pontuou o treinador. A equipe esmeraldina volta a campo já nesta sexta-feira (23), quando enfrenta a equipe da Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, às 20 horas. O Goiás já estará sob o comando de seu mais novo treinador, Marcelo Cabo.

Veja Também