Marcelo Cabo acredita em acesso esmeraldino na Série B: “No caminho certo”

Postado em: 03-09-2021 às 18h00
Por: Victor Pimenta
Treinador se mostrou feliz com o tempo que equipe teve para recuperar seus atletas e deixar o departamento médico vazio | foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

O Goiás fará sua primeira partida no mês de setembro somente na próxima terça-feira (7), quando recebe o Cruzeiro, às 21h30, no estádio Hailé Pinheiro. Atualmente na terceira colocação, a equipe esmeraldina está há seis partidas invictas.

A regularidade do Goiás, a sequência positiva nos últimos jogos e tendo a defesa menos vazada do campeonato até então, são alguns dos fatores que colocam o time como favorito ao acesso. O treinador sabe das dificuldades da competição, que a equipe está em constante evolução, mas que concorda com a afirmação.

“O Goiás está no caminho certo para buscar esse acesso. Estamos já no meio da competição, eu peguei um trabalho em andamento, encontrei muitas coisas positivas e agora com um pouco mais com trinta dias de trabalho, a gente tem um pouco daquilo que entendemos como benéfico para a equipe e que possamos evoluir e encontrar o objetivo. Temos ainda o que evoluir, crescer na competição, um segundo turno muito perigoso e temos que estar muito atentos porque a Série B é uma competição muito traiçoeira. O Goiás tem sido regular e por isso terminamos na vice-liderança na última rodada e temos que ficar atentos. Por isso digo que estamos no caminho certo para buscar o acesso”, disse Marcelo Cabo.

Há mais de uma semana desde o último jogo, o prazo foi essencial para que os atletas que estavam no departamento médico se recuperassem para então ajudar o clube na sequência da Série B e também para Marcelo Cabo treinar e ter mais variedade em seus esquemas táticos, já que depois do jogo contra o Cruzeiro, a sequência de jogos voltará a ser constante e desgastante.

“Estamos aproveitando esses doze dias para recuperarmos os atletas e podemos dizer que hoje nosso departamento médico está vazio e não tem ninguém que não possa chegar com força máxima diante do Cruzeiro. Para isso que está servindo esse momento em que temos uma semana, dez dias, doze dias, como tivemos essa semana, de principalmente recuperar os atletas, zerar o dm e treinar. A gente repetir aquilo que a gente vem fazendo desde que a gente chegou e é uma oportunidade que eu possa treinar os sistemas da equipe, ter um pouco mais de tempo para que façamos mais um pouco de trabalho e tudo que o futebol permita”, pontuou o treinador.

Depois do confronto diante do Cruzeiro, o Goiás viaja para enfrentar o CRB no sábado (11), fora de casa e depois volta para a Serrinha no sábado (18), para jogar diante do Brasil de Pelotas.

Compartilhe: