Alesson crê que torcida fará a diferença caso volte ao OBA

Postado em: 06-09-2021 às 19h58
Por: Breno Modesto
Alesson foi o autor do gol de empate do Tigre diante do CSA, na sexta (3) | Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova FC

Autor do gol que deu o empate ao Vila Nova diante do CSA, na última sexta-feira (3), o atacante Alesson chegou ao terceiro jogo consecutivo participando ativamente dos gols marcados pela equipe colorada. Nas duas rodadas anteriores, contra Avaí e Botafogo, o camisa 11 contribuiu com duas assistências, que renderam mais três pontos ao Tigre.

Desde que chegou ao Colorado, o jogador esteve em campo em 18 oportunidades, marcando dois gols e dando três assistências. A sequência de jogos agrada o atleta, que confessa ter vindo para o Vila Nova justamente para atuar com uma frequência maior da que vinha atuando no Bahia.

“Fico muito feliz por ter essa sequência pelo Vila Nova. Este foi um dos motivos pelo qual eu acabei vindo pra cá. Para ter sequência, para ajudar fazendo gols ou dando assistências. Então, eu fico muito feliz com a sequência que venho tendo aqui. Graças a Deus, estou desempenhando um bom futebol, mas espero continuar melhorando daqui pra frente”, disse Alesson.

Durante o final de semana, uma notícia envolvendo o próximo jogo do Colorado na Segundona chamou a atenção. Nesta quarta-feira (8), a Confederação Brasileira (CBF) se reunirá com os clubes para discutir a volta do público aos estádios. Na visão de Alesson, caso a decisão seja favorável ao retorno dos torcedores às praças esportivas, o Colorado deve ser ajudado com o apoio de seu torcedor.

“Faz muito tempo do meu último jogo com torcida. Mas creio que a torcida do Vila Nova deve fazer muita diferença no estádio. O OBA com torcida deve ser um caldeirão. Nunca joguei aqui com torcida, mas espero estar jogando o mais rápido possível. Tenho certeza de que eles vão nos ajudar muito dentro de casa. A torcida é um fator muito positivo. Ainda mais numa situação um pouco complicada como essa que vivemos. Acho que eles vão nos dar forças quando estivermos cansados, com as pernas pesadas. Então, acho que o torcedor ajuda muito dentro de casa. Quando começa a cantar, vibrar, vão nos apoiar, para termos ânimo e fôlego, pra correr ainda mais”, finalizou Alesson

Compartilhe: