Querendo embalar em casa, Vila Nova recebe o Náutico, no OBA

Postado em: 10-09-2021 às 07h25
Por: Breno Modesto
Segundo Renato, a conversa após o empate contra o CSA foi para repetir a atuação do Colorado diante do Avaí | Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova FC

Uma semana após empatar com o CSA, fora de casa, o Vila Nova volta a campo pela Série B do Campeonato Brasileiro. E, novamente, para enfrentar um adversário nordestino. Desta vez, o Náutico.

Além da vitória e dos três pontos, o desejo do time vilanovense, segundo o técnico interino Higo Magalhães, é repetir a atuação “agressiva” que a equipe teve diante do Avaí, duas rodadas atrás, quando bateu os catarinenses por 1 a 0, no OBA.

“Esperamos repetir uma atuação bem próxima da que tivemos contra o Avaí. Acredito que a “agressividade” tem de permanecer dentro da nossa característica de jogo, principalmente agora, que nós entendemos a nossa situação, onde é crucial conquistarmos uma vitória”, disse Higo Magalhães. 

Sobre o Timbu, o treinador colorado diz respeitar e saber da força e dos objetivos do clube pernambucano na Segundona, mas que, apesar disso, seus comandados precisam manter um nível alto de atuação e serem efetivos.

“Respeitamos muito o adversário e sabemos de suas forças e objetivos na competição. Mas nós necessitamos fazer um grande jogo e conquistar os três pontos, mantendo o nível de efetividade, principalmente em termos de “agressividade”. É isso que nós esperamos fazer no jogo de amanhã”, comentou Higo.

Quem também espera que o Tigre jogue da mesma forma como jogou diante do Leão é o zagueiro Renato. De acordo com o defensor, a cobrança interna é para que aquele tipo de atuação se repita daqui para frente na competição nacional.

“Nós queremos isso (atuar da mesma maneira como atuaram diante do Avaí). Nós nos fechamos e vimos que a força do grupo é muito forte. Junto do professor Higo (Magalhães), ajustamos os detalhes. O jogo diante do Avaí foi um exemplo de que nós podemos manter o nível de concentração lá em cima. Fizemos um bom jogo. Vencemos por 1 a 0, mas poderíamos ter vencido por mais. Mas, além do resultado, o importante foi a entrega de todo o grupo. E isso tem de prevalecer. Fora de casa, o desempenho não foi tão bom como foi contra o Avaí. E nós sabemos disso. Nós nos cobramos internamente, o Higo também nos cobrou bastante. Agora, temos que fazer um jogo parecido ou melhor que aquele”, disse Renato. 

Retrospecto

O confronto desta sexta-feira (10) será o 23ª na história entre Vila Nova e Náutico. Nas 22 vezes em que se enfrentaram até aqui, quem mais triunfou foi a equipe pernambucana, que levou a melhor em 12 oportunidades. O Tigre saiu de campo vencedor em oito jogos. Além disso, os clubes ficaram no empate em outras duas partidas. 

O último encontro aconteceu na atual edição da Série B, quando o Timbu fez valer o mando de campo e derrotou o Colorado por 2 a 0, pela quarta rodada da competição nacional.

Ficha técnica


Vila Nova x Náutico


Data: 10 de setembro de 2021


Horário: 21h30


Local: Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO)

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)


Assistentes: Lehi Sousa Silva (DF) e Lucas Costa Modesto (DF)


VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Vila Nova: Georgemy; Moacir, Rafael Donato, Renato e Bruno Collaço (Willian Formiga); Dudu, Pedro Bambu e Arthur Rezende; Kelvin (Cardoso), Clayton (Pedro Júnior) e Alesson.


Técnico: Higo Magalhães


Náutico: Alex Alves; Hereda, Camutanga, Rafael Ribeiro e Bryan; Rhaldney, Djavan e Jean Carlos; Paiva, Vinícius e Giovanny.


Técnico: Marcelo Chamusca

Compartilhe: