Higo classifica derrota para o Coritiba como “dolorosa”

Após o término do confronto, disputado no Estádio Couto Pereira, Higo classificou o resultado como doloroso, principalmente por conta do bom desempenho ofensivo que teve durante os 90 minutos e das várias oportunidades criadas.

Postado em: 19-09-2021 às 18h26
Por: Breno Modesto
Na última sexta-feira (17), o Vila Nova foi derrotado pelo Coritiba, no Couto Pereira, por 1 a 0 | Foto: Coritiba FC

Depois de três rodadas sem derrota, o Vila Nova voltou a sofrer um revés na Série B. Na última sexta-feira (17), o time comandado pelo técnico interino Higo Magalhães acabou sendo derrotado, fora de casa, pelo Coritiba, que lidera a competição nacional.

Após o término do confronto, disputado no Estádio Couto Pereira, Higo classificou o resultado como doloroso, principalmente por conta do bom desempenho ofensivo que teve durante os 90 minutos e das várias oportunidades criadas.

“É uma derrota dolorosa. Tínhamos um sentimento de que estávamos bem confiantes dentro do jogo. Imprimimos um ritmo muito forte, com marcação alta, trabalhando no campo do adversário e envolvendo-o. Eles (Coritiba) têm muita qualidade, com dois jogadores muito velozes pelos lados (do campo) e com um centroavante que tem a sua estrela de ser artilheiro. Infelizmente, produzimos muito, mas não conseguimos a vitória. Mas quero ressaltar a força do nosso elenco. Os atletas estão de parabéns. Não conseguimos o resultado, mas tivemos um grande desempenho”, lamentou Higo.

Continua após a publicidade

Na visão do treinador vilanovense, seus comandados mereciam sair do Paraná com, no mínimo, um empate. De acordo com ele, sua equipe teve até condições de derrotar o líder da Segundona, mas não foi efetiva, o que aumenta ainda mais sua responsabilidade para a sequência do campeonato.

“Acredito que merecíamos, no mínimo, um empate. Por tudo que construímos e que desenvolvemos de proposta de jogo, creio que o mais justo seria um empate. Tivemos condições até de vencer. Mas o futebol é assim. É efetividade. Quem for efetivo no momento que tiver as oportunidades e não tomar (gol), sairá com a vitória”, disse Higo.

Por fim, Higo falou da volta do torcedor colorado ao OBA. Na terça-feira (21), às 21h30, o Tigre recebe o Confiança, pela 25ª rodada do torneio, e poderá contar com a presença de até 1500 torcedores.

“Vamos ter o apoio do nosso torcedor. Sabemos que a cobrança é enorme, até por conta da nossa situação. Mas, por tudo que eles viram contra o Coritiba, acredito que vão nos apoiar muito. Vamos tentar fazer o nosso melhor jogo, para tentar ganhar”, finalizou Higo.

Veja Também