Com companheiros pouco produtivos, atacante espera “melhora de todos”

O Atlético Goianiense tem o terceiro pior ataque do Campeonato Brasileiro. Com apenas 17 gols marcados, o rubro-negro está a frente apenas

Postado em: 21-09-2021 às 19h20
Por: Felipe André
Artilheiro da temporada, Zé Roberto não vem contando com a ajuda de outros atacantes | Foto: Bruno Corsino/ACG

O Atlético Goianiense tem o terceiro pior ataque do Campeonato Brasileiro. Com apenas 17 gols marcados, o rubro-negro está a frente apenas de Sport (8) e Grêmio (15), além de estar empatado com a lanterna Chapecoense (17). Nos últimos quatro jogos, onde somou três empates e uma derrota, foram três tentos marcados, sendo apenas um deles de um atacante, quando Zé Roberto balançou as redes do Corinthians, nas outras oportunidades foi a vez de Matheus Barbosa e João Paulo obterem sucesso.

O ataque inclusive vem se mostrando dependente de Zé Roberto. O último gol marcado por um atacante, que não tenha sido o artilheiro da equipe na temporada, já que o “Zé do Gol” balançou as redes 15 vezes, foi por André Luis, no dia 21 de julho diante do Cuiabá, em jogo adiado do Campeonato Brasileiro, a mesma equipe que o Atlético Goianiense vai enfrentar neste domingo (26), às 20h30 (horário de Brasília), no estádio Antônio Accioly.

“Eu acredito que todos nós precisamos melhorar, estamos passando por um momento não tão bom, com turbulência, mas sabemos da nossa qualidade. Estamos conversando, temos que procurar criar mais situações (de gols), não apenas para que eu faça gols, mas quem estiver jogando pelas pontas também possam ter chances, seja com jogada individual ou infiltração, o Barroca está cobrando isso. Estamos devendo, mas sabemos do esforço de cada um, ninguém está deixando de fazer gols por má vontade, mas eles e eu precisamos melhorar e principalmente essa semana para marcar gols no Cuiabá”, analisou o atacante Zé Roberto. 

Continua após a publicidade

Éder, Baralhas e João Paulo são nomes, de outros setores, que balançaram as redes nos últimos jogos. No Campeonato Brasileiro, Janderson ainda não marcou nenhum gol, assim como Toró, Ronald e Brian Montenegro, que chegaram há menos tempo. André Luís balançou a rede uma vez na primeira divisão, contra o Cuiabá como já citado, a mesma quantidade que Lucão, que marcou o gol da vitória diante do Grêmio. Quem também marcou uma vez foi Arthur Gomes, mas este não está mais no elenco atleticano e se transferiu para o Estoril-POR.

Com a semana livre para trabalhar, Eduardo Barroca volta a ter à disposição todas as peças de seu ataque. Contra o Corinthians não contou com André Luis e Janderson, diante do São Paulo não teve Zé Roberto e Toró, além de João Paulo. Com todos os cinco nomes a sua escolha, o treinador tem até o treinamento de sábado (25) pela manhã para definir aqueles que começam o jogo contra o Cuiabá.

Veja Também