Torcedor colorado demonstra emoção e gratidão em retorno ao OBA

Na última terça-feira (21), 1456 torcedores acompanharam o empate sem gols do Tigre com o Confiança, pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Postado em: 22-09-2021 às 18h40
Por: Breno Modesto
Diante do Confiança, o Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga recebeu a presença de 1456 torcedores | Foto: Afonso Cardoso

Depois de mais de 550 dias, o torcedor do Vila Nova voltou a frequentar as arquibancadas do Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga. Na última terça-feira (21), 1456 torcedores acompanharam o empate sem gols do Tigre com o Confiança, pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Um dos presentes no OBA foi o agente de proteção Chrystian Aires, de 27 anos. Apaixonado pelo Colorado, ele não escondeu a felicidade por estar de volta à casa do Tigre, lugar que frequentava bastante antes do início da pandemia causada pela Covid-19.

“É uma emoção muito grande (retornar ao OBA) depois de quase dois anos. É lógico que a gente sabe que ainda não vencemos essa pandemia, mas foi muito difícil ficar todo esse tempo longe dos estádios, principalmente para quem é muito frequente nos jogos e nunca deixa de ir, independentemente da fase que o time passa. O sentimento de voltar ao estádio foi como uma volta para casa, um lugar onde nunca deveríamos ter saído”, disse Chrystian.

Continua após a publicidade

Emocionado, Chrystian conta que se arrepiou ao entrar novamente no Onésio Brasileiro Alvarenga. Segundo ele, a praça esportiva tem um fator terapêutico em sua vida, principalmente por estar sempre ao lado de vários amigos.

“O momento em que pisei no OBA foi um momento de muita emoção e gratidão por estar ali novamente. Fiquei arrepiado e muito feliz por estar frequentando um lugar que sempre me fez bem e me serviu como terapia em vários momentos da vida. Deu para rever alguns amigos e, claro, ter aquela velha “resenha” de sempre”, comenta Chrystian.

Já sobre o espetáculo, o torcedor lamentou o empate do Vila Nova com o Confiança, que aparece na penúltima colocação da Segundona e, de acordo com ele, é um candidato direto à permanência na Série B da próxima temporada.

“Em relação ao jogo, foi a única parte ruim da volta. Esperávamos ter tido um resultado melhor, já que o Confiança é um concorrente direto do Vila Nova na briga pela permanência na Série B. A expectativa era de um bom jogo e de uma vitória, mas, infelizmente, o time não correspondeu à altura do esperado pelo torcedor”, finalizou Chrystian.

Veja Também