Thiago Carvalho espera contar com retorno de jogadores para jogo contra Cianorte

A Aparecidense entra na sua reta final de preparação antes de enfrentar o Cianorte pelas oitavas-de-final da Série D. A equipe goiana

Postado em: 23-09-2021 às 10h14
Por: Victor Pimenta
Treinador vê competição bastante equilibrada em relação ao ano passado e fica atento antes de confronto das oitavas-de-final | foto: Nicolle Mendes / Aparecidense

A Aparecidense entra na sua reta final de preparação antes de enfrentar o Cianorte pelas oitavas-de-final da Série D. A equipe goiana jogará sua primeira partida fora de casa e com isso viaja neste final de semana, onde entra em campo neste domingo (25), às 16 horas, no estádio Albino Turbay.

Para o confronto diante do Cianorte, o treinador espera contar com o retorno de seus atletas que ficaram de fora do último jogo. Estão no departamento médico do clube os laterais Rodrigues e Caio Mascarenhas (esquerdos), Adriel (direito) e Lelo (atacante).

“Essa semana vamos trabalhar bastante e fazer o que estamos fazendo para termos algum tipo de vantagem com os atletas dentro de campo, para que a semana possa ser bastante produtiva. Espero muito a volta de alguns jogadores nessa reta final, mais gente possível para mim é bem importante, porque tivemos algumas perdas grandes no decorrer do campeonato e que a gente espera que esteja retornando agora e fique à disposição para decidirmos a melhor escalação nesses próximos jogos”, disse Thiago Carvalho.

Continua após a publicidade

Diferentemente do ano passado, a segunda fase mostrou estar mais equilibrada. Em 2021, na última fase, tiveram três disputas de penalidades, na atual já foram cinco. Além do mais, clubes que terminaram em quarto em seus grupos, conseguiram eliminar equipes que lideravam outra chave e Thiago Carvalho mostrou estar atento aos perigos que a competição.

“A Série D está bem equilibrada, se formos comparar com o ano passado que não teve tantas disputas de pênalti e nesse agora foram bastantes. O primeiro jogando contra o quarto, e o quarto vencendo o primeiro de outra chave e o nível é bem grande. O Cianorte é prova disso, que acabou classificando em terceiro, pegou o segundo da outra chave e acabou passando. Surpresa não pelo equilíbrio e tudo poderia acontecer. É um time organizado e a dificuldade só vai aumentando, então e mais um jogo bem difícil, onde a gente precisa estar a todo bem concentrado e fazendo bem nosso jogo. Espero q isso acontece novamente”, pontuou o treinador.

Veja Também