Marcelo Cabo esclarece mudança de Alef Manga no segundo tempo: “Questão tática”

O Goiás foi derrotado no clássico desta sexta-feira (24) para o Vila Nova por 2 a 1, no estádio Hailé Pinheiro. Com

Postado em: 24-09-2021 às 22h09
Por: Victor Pimenta
Equipe esmeraldina que chegou a ficar dez jogos invictos, conheceu sua segunda derrota consecutiva na competição | foto: Afonso Cardoso

O Goiás foi derrotado no clássico desta sexta-feira (24) para o Vila Nova por 2 a 1, no estádio Hailé Pinheiro. Com isso, a equipe esmeraldina conheceu sua segunda derrota consecutiva na competição e a permanência no G-4 pode ficar em risco, já que seus adversário ainda jogam na rodada.

O clube que até a última terça-feira (21) mostrava ser uma equipe consistente e favorita ao acesso, devido a série invicta de dez jogos, conheceu nas últimas duas partidas, duas derrotas e essa  segunda deixando até mesmo o torcedor com um pé atrás, já que favorito até mesmo diante do Vila Nova, acabou sofrendo a derrota no clássico e assim podendo ficar próximo de sair da zona de classificação da Série A.

“Vivemos um momento em que  não tínhamos vivido dentro da competição, com duas derrotas consecutivas. Vamos eliminar a gordura que nós mesmo criamos dentro da competição, onde em uma disputa de pontos corridos estamos vulneráveis a essa oscilação. Porém, estamos muito atentos que nessas últimas duas partidas, fomos muito aquém daquilo que podemos produzir”, disse Marcelo Cabo.

Continua após a publicidade

Na volta do intervalo, o treinador promoveu duas substituições, tirando Caio Vinicius e Alef Manga e colocando Dadá Belmonte e Welliton, respectivamente. Algo inesperado em relação ao atacante que durante a parada médica ainda no primeiro tempo chegou a discutir com Marcelo Cabo e perguntado a respeito, ele esclareceu o porquê da mudança.

“Foi uma circunstância de jogo. Aconteceu a parada técnica, coisa do futebol e a substituição dele foi uma questão tática, nada mais do que isso”, disse Marcelo Cabo.

A equipe esmeraldina volta a campo agora somente na próxima segunda-feira (27), quando viaja até o Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco da Gama, às 20 horas, no estádio São Januário.

Veja Também