Igor Cariús diz que atletas tem parcela de “responsabilidade” na saída de Eduardo Barroca

Um dia após o empate sem gols diante do Cuiabá, o Atlético Goianiense oficializou a saída do treinador Eduardo Barroca. Após 25

Postado em: 29-09-2021 às 20h20
Por: Felipe André
Com uma sequência ruim de resultados, Igor Cariús admitiu que atletas precisam assumir a parcela de culpa pela ausência de vitórias | Foto: Bruno Corsino

Um dia após o empate sem gols diante do Cuiabá, o Atlético Goianiense oficializou a saída do treinador Eduardo Barroca. Após 25 jogos a frente do time rubro-negro, ele deixa o clube em comum acordo, como anunciado, e a busca por um novo comandante já começou por parte do time goiano. Apesar de ter revelado ter feito algumas sondagens, o presidente Adson Batista confirmou que a comissão permanente vai estar a frente no duelo deste sábado (2/10) diante do Fortaleza, às 17h (horário de Brasília), na Arena Castelão-CE.

A saída de Eduardo Barroca se deu após o nono jogo consecutivo sem vitória como mandante. Além disso, nos últimos cinco jogos da Série A, foram quatro empates e uma derrota. O rubro-negro caiu para a 12ª colocação com 27 pontos somados, quatro a frente do Bahia, a primeira equipe dentro da zona do rebaixamento. Apesar disso, o lateral-esquerdo Igor Cariús não vê como apenas culpa do treinador na atual situação do Atlético-GO.

“A gente sabe que a saída do Barroca que nós jogadores temos a nossa responsabilidade, cada um tem que assumir. A culpa não é somente do treinador quando a vitória não vem, não podemos estar jogando isso tudo para cima deles. Temos que ter a convicção que não estávamos em um bom momento, com alguns jogos abaixo e muitos empates, ainda teve a derrota para o São Paulo. Fizemos um bom jogo contra o Cuiabá, mas não vencemos. Quando muda a comissão se dobra a responsabilidade dos atletas. Quem joga nas quatro linhas somos nós jogadores e temos que assumir isso”, avaliou Igor Cariús.

Veja Também