Eduardo Souza volta a descartar efetivação e elogia Ronald após vitória

Após cinco jogos, que culminou na saída de Eduardo Barroca, o Atlético Goianiense voltou a triunfar na Série A do Campeonato Brasileiro.

Postado em: 03-10-2021 às 19h15
Por: Felipe André
Auxiliar permanente, Eduardo Souza comanda o Atlético-GO em jogos oficiais desde 2019 nos momentos de troca de treinadores | Foto: Heber Gomes

Após cinco jogos, que culminou na saída de Eduardo Barroca, o Atlético Goianiense voltou a triunfar na Série A do Campeonato Brasileiro. Com um gol contra de Felipe, Gabriel Baralhas e Brian Montenegro, o rubro-negro bateu o Fortaleza por 3 a 0, na tarde deste sábado (2/10), na Arena Castelão-CE. O Dragão foi comandado por Eduardo Souza pela segunda vez na primeira divisão, na outra oportunidade quando Barroca estava suspenso, o time venceu o Santos, jogando fora de casa.

Funcionário do Atlético Goianiense desde 2019, Eduardo Souza deixou o clube por algumas semanas, mas acabou retornando. Auxiliar técnica da comissão permanente do Dragão, assim como é João Paulo Sanches, Eduardo comanda o clube em jogos oficiais desde 2019, nos momentos de troca no comando técnico. A primeira vez em que foi utilizado nesta função, foi pela Série B no empate sem gols contra a Ponte Preta, no jogo que antecedeu a chegada de Eduardo Barroca na primeira passagem dele no Atlético-GO.

“Eu sei o quanto foi difícil para o Adson Batista fazer a troca no comando, assim como foi para o Barroca. Ele não foi o único responsável pelos resultados, mas foi de todos nós, já que estamos juntos. Não pretendo ser efetivado, sou funcionário do clube e tenho que dar segurança quando ocorre as trocas no comando técnico, foi assim nas outras vezes. Nas vitórias tem os questionamentos (de ser efetivado), mas quando a gente perder vai vir o questionamento (de outros) se estamos preparados. Vamos levando bem, agora é trabalhar enquanto procura um novo nome, enquanto a missão é dada, o João (Paulo Sanches) me ajuda muito, assim como o Rafael Cotta, o Anderson, Diego e Luiz Fernando. É uma vitória de todos”, destacou Eduardo Souza.

Continua após a publicidade

Após um problema familiar, o lateral-esquerdo Natanael foi ausência novamente no Atlético Goianiense. O atleta que havia perdido algumas sessões de treinamento, permaneceu em Goiânia para aprimorar a parte física de olho no duelo contra o Athletico Paranaense na próxima quarta-feira (6). Com isso, Igor Cariús foi o titular, com Arthur Henrique permanecendo no banco de reservas, já que Eduardo Souza ainda não tem Jefferson, reforço contratado do Goiás, à disposição.

Dentro de campo, o Atlético Goianiense manteve o tabu diante do Fortaleza. O Tricolor do Pici não venceu o time goiano como mandante e desta vez sofreu uma dura derrota como mandante. O rubro-negro, por sua vez, quebrou o jejum de triunfos e contou com a grande atuação de alguns nomes, entre eles o jovem Ronald, que foi novamente titular e apesar de não ter feito nenhum gol, contribuiu ofensivamente e defensivamente com o time de Eduardo Souza, o treinador interino.

“Nós conhecemos as características dos jogadores, o que cada um pode dar. O Ronald é um menino que vimos chegar no Atlético-GO, que tinha muito potencial e que precisava evoluir em alguns quesitos. Na Copa Verde ele mostrou valor, o empréstimo para o Grêmio Anápolis foi importante, mas acabou se perdendo na carga, sofreu fisicamente, mas fomos dando confiança e ele tem estado bem nos últimos jogos. Não tem segredo, é trabalho. Temos uma filosofia desde 2020, buscamos ser agressivos. Foi um resultado que a gente procurava, um 3 a 0 contra o terceiro colocado da Série A mostra que temos qualidade e intensidade para voltar a vencer em casa”, completou Eduardo Souza.

Sem uma semana cheia para treinar, o Atlético Goianiense retorna para Goiânia para iniciar a preparação de olho no Athletico Paranaense. O rubro-negro vai contar com o retorno de sua torcida nesta quarta-feira para tentar quebrar o jejum de nove partidas sem vencer no estádio Antônio Accioly.

Veja Também