Arthur Rezende espera que Tigre siga evoluindo na Série B

Para Arthur Rezende, é preciso estar sempre melhorando e evoluindo, independentemente se a equipe vier de um triunfo ou de um revés.

Postado em: 04-10-2021 às 18h08
Por: Breno Modesto
Para o volante, é necessário estar sempre evoluindo na competição | Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova FC

Uma derrota nos últimos oito jogos. Este é o atual momento do Vila Nova na Série B. Invicto há quatro partidas, o time comandado por Higo Magalhães vive sua melhor fase na atual edição da segunda divisão nacional. Com quatro vitórias nas últimas oito vezes em que entrou em campo pela competição nacional, o Tigre, além de triunfar, tem jogado bem.

Apesar disso, o volante Arthur Rezende acredita que alguns pontos ainda possam ser melhorados para a reta final da Segundona. Para ele, é preciso estar sempre melhorando e evoluindo, independentemente se a equipe vier de um triunfo ou de um revés.

“Quando se ganha, nem tudo está certo. Da mesma maneira que, quando se perde, nem tudo está errado. Tivemos boas apresentações nos últimos jogos. Então, se mantivermos (o bom desempenho) e acrescentarmos alguns pontos que o Higo (Magalhães) e a comissão técnica vão nos passar, nós continuaremos melhorando e evoluindo. E isso vai ser muito importante, porque, na sexta-feira (8), temos um jogo muito difícil, muito duro. Precisamos continuar nessa crescente e evoluindo. Temos tudo para continuar subindo na tabela e fazer um bom restante de Série B”, disse Arthur Rezende.

Continua após a publicidade

Nas últimas rodadas, Arthur tem atuado ao lado de dois companheiros de posição (Dudu e Deivid), porém, fazendo a função de um meia armador. De acordo com ele, apenas Deivid tem características de primeiro volante, o que dá a ele e a Dudu mais liberdade para sair jogando.

“Nem costumo dizer que são três volantes. O Deivid, sim, é um primeiro volante, que traz mais segurança para nós. O Dudu tem saído mais, chegando mais à frente, pisando na área (do adversário), fazendo um papel tanto de volante quanto de meia. E é muito importante ter o Deivid na retaguarda, sempre nos dando segurança e mais liberdade para sairmos mais (do meio de campo), chegar à área, chutar ao gol, finalizar, procurar fazer gols, que é um papel de um meio-campo. E é muito importante que o Deivid e o Dudu cheguem à frente, desempenhando um papel de meia, para ajudar nossa equipe a marcar gols”, finalizou o volante.

Veja Também