Goiás recebe CSA podendo se consolidar no G-4 e afastar de rival direto na briga pelo acesso

O Goiás volta a campo nesta sexta-feira (15) pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O time goiano recebe o

Postado em: 15-10-2021 às 10h21
Por: Victor Pimenta
Jogadores fizeram último treinamento na tarde desta quinta-feira, antes de entrar em campo diante dos alagoanos | foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

O Goiás volta a campo nesta sexta-feira (15) pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O time goiano recebe o CSA, no estádio Hailé Pinheiro, às 21h30, horário de Brasília. Brigando pela sua permanência no G-4 da competição, a equipe somente três pontos separa a equipe esmeraldina, atualmente em quarto, do azulão, em sexto.

Goiás
Após a derrota para o Náutico na última rodada, o time esmeraldino teve um “descanso” após uma sequência desgastante de jogos. Assim o Goiás pôde treinar com mais tempo no decorrer da semana e principalmente, visando a recuperação dos atletas que estavam no departamento médico do clube.

“É uma decisão. A gente sabe que é um jogo de seis pontos e jogo contra um time que acabou encostando no G-4. Sabemos da importância desse jogo para as nossas pretensões dentro da competição. É uma decisão das nove que teremos e já começa nesta sexta-feira. A primeira dessas nove que encararemos e que nos restam na Série B”, disse o volante Fellipe Bastos.

Continua após a publicidade

Para o confronto diante do CSA, o treinador Marcelo Cabo poderá ter seu time completo, sem nenhum jogador por lesão ou contusão. Porém, algumas dúvidas em relação em começar com volante que ficou mais tempo no departamento médico.

O lateral-direito Apodi chegou a ser relacionado no último jogo, mas horas antes do confronto diante do Náutico sentiu um desconforto muscular e acabou sendo ausência. Ele retorna na vaga de Ivan. Já o lateral-esquerdo Hugo, não atua desde o clássico diante do Vila Nova. Após o confronto, o jogador acabou perdendo sua vaga para Artur. No primeiro jogo pós-clássico estava cumprindo suspensão e no último, diante do Náutico, estava no departamento médico reforçando o preparo físico. Ele também deve voltar na vaga de Artur.

O caso do volante Rezende é o mais grave. Ele atuou pela última vez também no clássico diante do Vila Nova, porém, não terminou a partida, saindo ainda no primeiro tempo. Ausência desde o final de setembro, ele tem se recuperado e aprimorado a forma física e no decorrer desta semana, já deu início a transição para os campos. Ele deve estar entre os relacionados, mas não deve iniciar a partida entre os titulares.

Em quarto na Série B, uma vitória faz com que o Goiás suba somente uma posição, ficando atrás do líder Coritiba e do vice Botafogo, que já jogou na rodada. Em caso de derrota, o time precisa torcer contra seus adversários se não quiser sair do G-4. CRB (5º) enfrenta o Guarani (7º) também nesta sexta-feira.
CSA

A arrancada do CSA é algo que motiva a equipe ao entrar em campo no jogo desta sexta-feira (15) diante do Goiás. Nos últimos cinco jogos, os comandados de Mozart conseguiram quatro vitórias e um empate. Atualmente o time alagoano ocupa a sexta colocação e estando somente à três pontos do G-4.

O CSA terá alguns desfalques importantes para este confronto diante do Goiás. De última hora, o goleiro Thiago Rodrigues voltou a sentir dores no ombro e por isso não viajou para Goiânia. Assim, Lucas Frigeri quem jogará.

Na defesa, o treinador não terá o zagueiro Lucão, ex-Goiás, que cumpre suspensão na rodada. Assim, Fabrício quem deve ser o substituto do defensor. Porém, Wellington também corre por fora para jogar ao lado de Matheus Felipe. Por outro, lado, o meia Gabriel retorna de suspensão e começa jogando.

Quem pode fazer a estreia pelo CSA também é o atacante Clayton. Contratado no último mês, o jogador ficou esse período recuperando seu condicionamento físico e foi relacionado para o confronto desta sexta-feira, diante do Goiás. (Especial para O Hoje)

Ficha Técnica:

Goiás x CSA

Data: 15 de outubro de 2021

Horário e local: 21h30, estádio Hailé Pinheiro, Goiânia

Arbitragem: Bruno Arleu de Araújo (FIFA/RJ); assistentes: Michael Correia (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ); quarto árbitro: Rubens Paulo Rodrigues dos Santos (GO)

Goiás: Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo, Hugo; Caio Vinicius, Fellipe Bastos, Diego (Luan Dias), Élvis; Alef Manga e Nicolas. Técnico: Marcelo Cabo.


CSA: Lucas Frigeri; Cristovam, Matheus Felipe, Fabrício e Ernandes; Geovane, Yuri e Renato Cajá (Didira); Gabriel, Iury Castilho e Dellatorre. Técnico: Mozart Santos.

Veja Também