A História das Bolas de Ouro

Le Ballon d’Or (A Bola de Ouro), prêmio criado pela revista francesa France Football, remonta a 1956 e visa distinguir o Melhor Futebolista do Ano.

Postado em: 14-12-2021 às 14h42
Por: Redação
Le Ballon d’Or (A Bola de Ouro), prêmio criado pela revista francesa France Football, remonta a 1956 e visa distinguir o Melhor Futebolista do Ano. | Foto: Reprodução

Le Ballon d’Or (A Bola de Ouro), prêmio criado pela revista francesa France Football, remonta a 1956 e visa distinguir o Melhor Futebolista do Ano.

De 2010 a 2015, uma parceria com a FIFA levou o prêmio a chamar-se FIFA Ballon d’Or. Porém, no ano seguinte, a FIFA e a France Football seguiram rumos diferentes e a Federação Internacional de Futebol criou, em 2016, o prêmio The Best FIFA Football Awards.

A edição deste ano ficou marcada pela polêmica, com a atribuição da 7ª Bola de Ouro a Lionel Messi e muitas vozes discordantes.

Continua após a publicidade

Se você gostaria de acompanhar os aspectos esportivos adicionais de sua equipe, clique aqui para mais opções.

Como tudo começou…

No longínquo ano de 1956, o primeiro Ballon d’Or foi atribuído a Sir Stanley Matthews, jogador inglês, do Blackpool Football Club. A premiação era feita por 52 jornalistas esportivos, de países europeus.

Durante cerca de 40 anos (até 1995) o prêmio se destinava apenas a jogadores europeus. O primeiro “não-europeu” a vencer a Bola de Ouro foi George Weah, jogador liberiano, que passou pelo Paris Saint-Germain e do A.C.Milan – dado curioso: George Weah é atualmente o presidente da Libéria.

Porém, o prêmio era ainda apenas para jogadores que atuavam na Europa. Já a partir de 2007, o Ballon d’Or passou a distinguir o melhor jogador do mundo – outro dado curioso: desde essa data sempre foi entregue a jogadores de equipes europeias.

E o prêmio vai para…

E, nestes 65 anos de história, onde houve apenas um interregno em 2020 devido à pandemia, quem são os mais premiados com o tão ambicionado Ballon d’Or?

O argentino Lionel Messi lidera a tabela com 7 premiações. Recebeu, enquanto jogador do Barcelona, seis Bolas de Ouro, de 2009 a 2012, em 2015 e em 2019. Nesta edição, já no Paris Saint-Germain,

Já o português Cristiano Ronaldo ocupa a segunda posição com 5 Ballon d’Or, em 2008, 2013 e 2014, 2016 e 2017: o primeiro enquanto jogador do Manchester, clube ao qual regressou nesta temporada e as quatro últimas ao serviço do Real Madrid.

Nos últimos 12 anos, só o jogador croata Luka Modric, meio-campista do Real Madrid e da Seleção Croata, foi capaz de destronar os dois colossos do futebol, em 2018.

Foram alguns os jogadores brasileiros distinguidos com o Ballon d’Or: Ronaldo Fenômeno, em 1997 e 2002; Rivaldo, em 1999; Ronaldinho, em 2005 e Kaká, em 2007.

Resta saber que surpresas reservam a atribuição da próxima Bola de Ouro e esperemos que o afortunado não seja tão contestado como foi Lionel Messi ao receber esta distinção no ano 2021.

Veja Também