Próximo do Goiás, treinador português acerta com clube árabe e diretoria mira outro nome

O Goiás terá que ir atrás de outro treinador para comandar a equipe visando o calendário de 2022, onde tem pela frente

Postado em: 24-01-2022 às 18h47
Por: Victor Pimenta
João Pedro Sousa era o favorito para assumir o clube esmeraldino, mas proposta do Al-Raed agradou o treinador | foto: Manuel Fernando Araújo / Lusa

O Goiás terá que ir atrás de outro treinador para comandar a equipe visando o calendário de 2022, onde tem pela frente o Goianão, a Copa do Brasil e o principal campeonato para o clube esmeraldino, a Série A. Isso porque o time estava em negociações avançadas com o português João Pedro Sousa, ex-Boavista, porém, uma proposta da Arábia Saudita melou sua negociação com os goianos.

Cotado para assumir o comando esmeraldino já no Campeonato Goiano, João Pedro já tinha conversas com o Al-Raed, da Arábia Saudita desde o final de 2021, mas as negociações esfriaram por conta da não saída de Pablo Machín, então técnico do clube árabe. Devido aos maus resultados do time na competição nacional, os dirigentes árabes então voltaram a procurar o português que já viajou nesta segunda-feira (24) e vai assinar um contrato de um ano e meio, ou seja, até junho de 2023.

Agora a diretoria esmeraldina voltará a focar em outros treinadores portugueses que já estavam em contato nos últimos dias. Os favoritos da lista para assumir o Goiás são: Jorge Simão, ex-Paços Ferreira, Vitor Campelos, do GD Chaves, Nuno Campos, ex-Santa Clara e Sérgio Vieira, ex-Farense.

Continua após a publicidade

Enquanto o novo treinador não chega, o Goiás já vai se preparando para a estreia do Goianão que acontece nesta quarta-feira (26), quando visitam o Grêmio Anápolis, às 20h30, no estádio Jonas Duarte. Na Serrinha, o time volta somente no próximo sábado (29), às 16h30, diante do Anápolis.

Veja Também