Gláuber Ramos fala sobre calendário longo na temporada: “Atrapalha muitas equipes”

O Goiás sofreu sua primeira derrota no Goianão e logo em sua segunda rodada. Após revés para o Anápolis por 2 a

Postado em: 30-01-2022 às 12h00
Por: Victor Pimenta
Treinador acredita que na próxima partida possa ter mais opções no banco de reservas, diante da Jataiense | foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

O Goiás sofreu sua primeira derrota no Goianão e logo em sua segunda rodada. Após revés para o Anápolis por 2 a 1, na tarde deste último sábado (30), na Serrinha. Com o resultado, a equipe esmeraldina tem apenas um ponto conquistado, no empate ainda na estreia da competição.

Ausência novamente na equipe esmeraldina, o meia Élvis que chegou a fazer a pré-temporada junto com os demais, atuando até mesmo no jogo-treino contra o Santa Maria, ainda não jogou oficialmente pelo Goiás em 2022. Assim, ele deu lugar a Albano nas duas partidas, mas que deve retornar já na próxima quinta-feira (3), diante da Jataiense.

“O Élvis deve estar voltando no próximo jogo, porque durante a pré-temporada tivemos alguns atletas que colocamos uma carga a mais na parte física e técnica e o Élvis é um desses atletas. Como hoje o Artur não jogou por estar fazendo parte disso, o Élvis no próximo jogo, no planejamento que foi feito para a comissão na parte física, ele está voltando e no próximo jogo ele estará em campo”, disse Gláuber Ramos.

Continua após a publicidade

Ainda sem Pedro Raúl que não foi regularizado, o treinador tem poucas opções para o sistema ofensivo. Além de Nicolas e Vinicius, titulares, no banco tem somente Índio e Apodi, este último que vem buscando se adequar a nova função para ajudar o Goiás ao longo da temporada. Gláuber Ramos garante que a diretoria está na caça por reforços, e falou sobre o lateral-direito que segue atuando como ponta.

“Estamos aguardado e a diretoria está em busca de reforços e realmente ainda não chegou. Temos o Pedro Raúl aqui que ainda não foi regularizado, devido a problemas de documentação, por estar vindo do Japão, a última equipe que ele estava. Estamos aguardando a chegada de novos reforços, jogadores vindos de frente, para que nós tenhamos um grupo bem mais preparado ao longo da temporada. Por causa disso a gente vem preparando o Apodi para jogar nessa posição que não é nova para ele e ele já executa bem, mas fazia parte do processo e no banco só tínhamos a opção do Índio e do Apodi”, ressaltou o treinador.

São dois jogos, um empate e uma derrota. A competição que serviria de preparação para outros atletas que pouco jogaram em 2021, teve que mudar seu planejamento visto o desempenho da equipe esmeraldina nesse início. O treinador citou novamente as dificuldades de um calendário longo, mas que seguirá firme para que possam dar a volta por cima.

“Se não fosse os estaduais, estaríamos fazendo amistosos para prepara-los melhor. Então, isso realmente faz parte. É algo aqui os estaduais tem um charme, mas atrapalha muitas equipes que tem calendário muito longo durante o ano, mas faz parte e vocês são sabedores que iríamos passar por isso. Fora os resultados que não eram do nosso agrado e não esperávamos isso, mas estaremos trabalhando e preparando os atletas para que em breve possamos à voltar a vencer”, concluiu o profissional esmeraldino.

A equipe esmeraldina volta a campo somente na próxima quinta-feira (3), quando recebem a Jataiense, às 19h30, no estádio Hailé Pinheiro. Até lá, a diretoria aguarda que Pedro Raúl esteja regularizado, para enfim, fazer sua estreia pelo Goiás.

Veja Também