Nicole Silveira voa em Pequim 2022 e conquista resultado histórico no Skeleton em Jogos Olímpicos

Nicole Silveira fez história mais uma vez. Além de promover a estreia do Brasil no skeleton com apenas quatro anos de prática

Postado em: 12-02-2022 às 14h50
Por: Ildeu Iussef
Brasileira avançou para a final e terminou na 13ª colocação, se tornando a melhor latino-americana da história no skeleton | Foto: Alexandre Castello Branco/COB

Nicole Silveira fez história mais uma vez. Além de promover a estreia do Brasil no skeleton com apenas quatro anos de prática da modalidade, a gaúcha de 27 anos, passou pela terceira descida no 15º lugar, com o tempo de 1min02s55, avançou para a final e deu ao país o primeiro Top-15 da história em esportes de gelo. Na quarta e decisiva descida marcou 1min02s40, somando o tempo total de 4min10s48, na 13ª colocação geral.

“É muito especial. Eu e o meu treinador conversamos e se ele tivesse me dito que o objetivo era chegar nos Jogos Olímpicos e terminar em 13º, na frente de grandes nomes, eu não teria acreditado. Vendo o que eu consegui aprender e fazer hoje aqui, me mostra que eu tenho potencial, mas que tenho muito a evoluir. Estou muito animada para as próximas temporadas e já quero começar de novo”, disse Nicole.

É o melhor desempenho de um atleta brasileiro nos esportes no gelo e o segundo melhor da História em Jogos Olímpicos de Inverno. Nicole Silveira termos de posição final, só fica atrás do 9º lugar de Isabel Clark em Turim 2006.

Continua após a publicidade

Antes de Nicole, o único sul-americano a disputar o skeleton em Jogos Olímpicos havia sido o argentino German Glessner, que ficou em 26º em Salt Lake City 2002. Considerando a América Latina e o Caribe, até Pequim 2022, haviam sido apenas três representantes. O melhor resultado era, até então, de Patrick Singleton, de Bermudas, 19º em Turim 2006. Por isso, o feito de Nicole fica ainda mais extraordinário. E logo na estreia dela em Jogos Olímpicos.

“É um grande feito. Estou sabendo agora, mas fico muito feliz mesmo em ajudar na divulgação do esporte, mostrar pro Brasil. Espero que todos continuem torcendo com essa animação para a temporada que vem e nas outras. Quero que a gente consiga mais atletas, para fazer o esporte crescer. Realmente, é um grande feito que eu vou ter que parar ainda pra processar. O que sinto agora é só gratidão pela torcida de todos”, declarou.

Veja Também