Apesar de derrota para o Goiás, Vilar aprova sua estreia com a camisa do Goianésia

No último sábado (12), o Goianésia foi derrotado pelo Goiás mais uma vez. No Estádio da Serrinha, o Azulão do Vale foi superado pelo Esmeraldino por 2 a 0. O revés marcou a estreia do goleiro Vilar com a camisa do time do Vale do São Patrício.

Postado em: 14-02-2022 às 10h30
Por: Breno Modesto
No último sábado (12), o goleiro Vilar fez sua estreia com a camisa do Azulão do Vale | Foto: Heber Gomes

No último sábado (12), o Goianésia foi derrotado pelo Goiás mais uma vez. No Estádio da Serrinha, o Azulão do Vale foi superado pelo Esmeraldino por 2 a 0. O revés marcou a estreia do goleiro Vilar com a camisa do time do Vale do São Patrício.

Apesar do resultado negativo, o arqueiro diz ter feito uma boa partida, deixando uma boa impressão a quem o viu jogando. Além disso, Vilar afirmou que o tempo em que passou sem atuar acabou o prejudicando.

“Bom, eu avalio como uma boa estreia. Acredito que deixei uma boa primeira impressão e entendo que, para o goleiro, é fundamental ter uma sequência de jogos. Com isso, a tendência natural é a evolução. Em relação ao período sem jogos, com certeza atrapalha. Mas, com experiência, temos que passar por cima disso”, disse Vilar.

Continua após a publicidade

Com apenas quatro pontos conquistados até aqui, o Goianésia é o lanterna do Grupo A do Goianão. Apesar do mal momento do Azulão, Vilar lembra que o torneio é bastante disputado, mas que, para se classificar à próxima fase, o time azul só depende dele mesmo e que, para isso, precisa dar uma resposta positiva no próximo jogo, contra a Jataiense.

“É um campeonato muito equilibrado e estamos bem conscientes que só depende de nós. Temos, agora, um jogo importante dentro dos nossos domínios e esperamos dar uma resposta positiva (aos torcedores) dentro de campo”, comentou o goleiro.

Pensando no confronto contra a Raposa, Vilar cita que é preciso pensar em um duelo e que, apesar dos desfalques, a comissão técnica organizará a equipe da melhor maneira possível e que, com humildade, o grupo irá provar isso.

“Estamos conscientes do momento em que vivemos no campeonato, e pensando jogo a jogo. Temos que encarar cada partida como se fosse uma final e, acima de tudo, confiar nos escolhidos pela comissão técnica. Nosso grupo tem potencial e vamos provar isso com humildade e trabalho”, finalizou Vilar.

Veja Também