Alcaraz vira jogo contra Munar e avança para a segunda rodada do Rio Open

O espanhol Carlos Alcaraz estreou com vitória de virada no Rio Open, no Jockey Club Brasileiro. Com o apoio da torcida na

Postado em: 15-02-2022 às 08h55
Por: Ildeu Iussef
Rodada de terça tem estreia de Thiago Monteiro, Fognini e campeões Garin e Djere | Foto: Rio Open/Fotojump

O espanhol Carlos Alcaraz estreou com vitória de virada no Rio Open, no Jockey Club Brasileiro. Com o apoio da torcida na quadra Guga Kuerten, o jovem de 18 anos derrotou na noite desta segunda-feira (14) o compatriota Jaume Munar por 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 6/2 e 6/1. Em outra partida, o brasileiro Felipe Meligeni perdeu para o sérvio Miomir Kecmanovic por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/0.

Na abertura da rodada, o espanhol Pablo Andujar venceu o uruguaio Pablo Cuevas, campeão do Rio Open 2016, por 7/6 (2) e 7/5. “Foi um jogo muito apertado, mas nos pontos importantes fui melhor que ele. Em jogos assim, os detalhes fazem a diferença”, disse Andujar, semifinalista da edição 2014. Mais tarde, ele retornou à quadra para a chave de duplas. Em parceria com o compatriota Pedro Martinez venceu os sérvios Laslo Djere e Dusan Lajovic por 7/6 (3) e 7/6 (5). Martinez também fez rodada dupla. Em simples, derrotou o chinês de 17 anos Juncheng Shang por 6/3 e 6/4.

Pelas duplas, a parceria formada pelo francês Benoit Paire e pelo espanhol Albert Ramos-Vinolas venceu Tomislav Brkic, da Bósnia, e Nikola Cacic, da Sérvia, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 10/8.

Continua após a publicidade

Rodada de terça tem estreia de Thiago Monteiro, Fognini e campeões Garin e Djere

O segundo dia de disputas do Rio Open terá dois campeões em quadra, a estreia do italiano Fabio Fognini e do brasileiro Thiago Monteiro. O chileno Cristian Garin, vencedor da edição 2020, enfrentará o argentino Federico Coria, às 16h30 desta terça-feira, na quadra Guga Kuerten. Por volta das 19h, Monteiro encara o argentino Sebastian Baez. Vencedor em 2019, o sérvio Laslo Djere pega o italiano Lorenzo Sonego, no terceiro jogo da quadra 1. Já Fognini, vice-campeão em 2015, duela com o argentino Facundo Bagnis.

Garin, cabeça de chave número 5 do torneio, já enfrentou Coria três vezes e venceu duas, uma delas nas quartas de final do Rio Open em 2020, no caminho para o título. O chileno, atual 19º do ranking mundial, tem cinco títulos na carreira, todos no saibro.

Outro campeão em quadra nesta terça será Djere. Depois da conquista em 2019, o sérvio não pôde jogar a edição seguinte devido a uma lesão. Neste ano tem como melhor resultado as quartas no ATP 250 de Adelaide 1. Djere já enfrentou Sonego três vezes e o italiano, número 23 do mundo, leva vantagem por 2 a 1.

Já Thiago Monteiro, número 1 do Brasil, terá pela frente Baez, que veio do qualifying. O argentino de 21 anos conquistou seis títulos em torneios Challenger no ano passado, e venceu os dois jogos anteriores que fez com o brasileiro. Monteiro, que recebeu convite da organização, é o atual 104º do ranking e tem como melhor resultado no Rio Open as quartas em 2017.

Conhecido dos torcedores brasileiros, Fognini enfrentará pela primeira vez na carreira o argentino Bagnis. Dono de nove títulos, oito deles no saibro, o italiano foi vice-campeão da edição 2015 do Rio Open. Em outra partida, o sérvio Dusan Lajovic pega o experiente Fernando Verdasco, ex-número 7 do mundo e vice-campeão do Rio Open na edição 2018. A terça-feira também marca a estreia do francês Benoit Paire, 52º do ranking. Ele enfrentará o argentino Francisco Cerundolo, no último jogo da quadra central.

A rodada tem mais dois jogos de simples e um de duplas: Albert Ramos-Vinolas (ESP) x Juan Ignacio Londero (ARG), Daniel Galan (COL) x Federico Delbonis (ARG), e Maximo Gonzalez (ARG)/Diego Schwartzman (ARG) x Carlos Alcaraz (ESP)/Pablo Carreño Busta (ESP).

Veja Também