Em prova marcada pela superação, Michel Macedo representa Brasil no esqui alpino em Pequim 2022

Superação é a palavra que define a participação de Michel Macedo em Pequim 2022. Surpreendido por um teste positivo para Covid-19 na

Postado em: 16-02-2022 às 08h48
Por: Ildeu Iussef
Brasileiro fez boa primeira descida, ficou na 37ª colocação entre 88 competidores, mas cometeu um erro na segunda e não conseguiu completar a prova | Foto: Wander Roberto/ANOC

Superação é a palavra que define a participação de Michel Macedo em Pequim 2022. Surpreendido por um teste positivo para Covid-19 na chegada à capital chinesa, o atleta ficou isolado por uma semana, até que conseguiu o tão esperado teste negativo na véspera da competição e poder marcar seu nome novamente na lista de atletas olímpicos ao participar da prova de slalom, do esqui alpino, nesta quarta-feira (16).

“Obviamente, fiquei desapontado com o resultado da segunda corrida, errei e não consegui terminar, mas no geral estou feliz de ter conseguido a oportunidade de competir depois dessa confusão toda por conta da Covid. É tirar o que eu posso dessa prova, pensar positivo, sabendo que posso esquiar bem e olhar pra frente”, disse Michel.

Na primeira descida, Michel marcou 59.88, ficando na 37ª colocação entre 88 competidores. Na segunda, cometeu um erro e não conseguiu terminar. Mas a presença dele entre os 88 atletas da disputa já é motivo de comemoração.

Continua após a publicidade

“Eu acho que as minhas duas últimas participações foram difíceis, com lesão em Pyeongchang e com Covid aqui. Vou continuar ralando por pelo menos mais uma temporada, tentando evoluir meu nível de esqui e analisar de um ano para o outro. Se eu estiver vendo uma progressão boa, vou tentar ir pra Milão também. Tenho bastante trabalho para fazer, vou me dedicar muito e, se conseguir me classificar, quero ir pra brigar por uma boa classificação”, contou.

Veja Também