Vila Nova volta a vencer o Atlético Goianiense e também se garante na próxima fase do Goianão

O Vila Nova é mais uma equipe classificada para as quartas de finais do Campeonato Goiano. Depois de Atlético Goianiense, Goiás e Anápolis, o Tigre também carimbou seu passaporte para a próxima fase do Goianão. A classificação veio depois que o Colorado derrotou o próprio Dragão.

Postado em: 19-02-2022 às 19h02
Por: Breno Modesto
Com a vitória contra o Atlético Goianiense, o Vila Nova garantiu sua classificação para as quartas de finais do Goianão | Foto: Vila Nova FC

O Vila Nova é mais uma equipe classificada para as quartas de finais do Campeonato Goiano. Depois de Atlético Goianiense, Goiás e Anápolis, o Tigre também carimbou seu passaporte para a próxima fase do Goianão. A classificação veio depois que o Colorado derrotou o próprio Dragão. Desta vez, na casa do rival. No Estádio Antônio Accioly, os comandados de Higo Magalhães fizeram 2 a 0 no Rubro-Negro.

O atacante Matheuzinho, e o volante Arthur Rezende, cobrando pênalti, marcaram os gols que deram a vitória ao Vila Nova. Com os três pontos conquistados, o Tigre chegou aos 16, passando o próprio Atlético Goianiense, que caiu para o segundo lugar, com um ponto a menos. Na próxima rodada, o Colorado recebe o Crac, no sábado (26) e o Rubro-Negro tem o Iporá, em casa, na quinta (23).

O jogo

Continua após a publicidade

A partida disputada neste sábado (19) teve um primeiro tempo bem equilibrado. A primeira chegada ofensiva do confronto foi vilanovense. Logo aos três minutos, o volante Pablo Roberto, de fora da área, resolveu arriscar e obrigou o goleiro Luan Polli a fazer a primeira defesa da tarde. O Atlético respondeu no minuto seguinte, quando Léo Pereira deu uma caneta em Rafael Donato e experimentou o chute. A finalização, defendida por Georgemy, acabou resvalando em Willian Formiga e foi parar na trave.

Dali em diante, o jogo passou a ficar mais pegado, com menos ações ofensivas. Elas só foram aparecer novamente na reta final. Na marca de 40 minutos, Matheuzinho, fazendo valer a “Lei do Ex”, tirou o zero do placar. O camisa 7 aproveitou o cruzamento rasteiro de Pablo Roberto, pela ponta direita, se antecipou ao zagueiro Wanderson e, com um toque, conseguiu desviar para o fundo das redes, “matando” Luan Polli.

Na etapa final, o que se viu foi um duelo de ataque contra defesa. Em busca do empate, o Atlético Goianiense se lançava com tudo ao setor ofensivo, mas esbarrava no forte esquema defensivo armado por Higo Magalhães, que conseguiu resistir à blitz atleticana e saiu de campo sem ceder gols ao adversário. A melhor oportunidade rubro-negra foi de Jorginho, num chute de fora da área.

Quando o 1 a 0 parecia ser mesmo o resultado final do clássico. O Colorado conseguiu ampliar o marcador. Em um contra-ataque de velocidade, Cardoso foi derrubado por Dudu dentro da área. Sem hesitar, a arbitragem assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, o volante Arthur Rezende pegou a bola e se encarregou da batida. O camisa 8 chutou no canto esquerdo de Luan Polli, que caiu para seu lado direito e não evitou o segundo tento vermelho.

Ficha técnica

Atlético-GO 0x2 Vila Nova

Data: 19 de fevereiro de 2022

Horário: 16h30

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)

Gols: Matheuzinho (41’/1T) e Arthur Rezende (50’/2T) – VIL

Árbitro: Osimar Moreira

Assistentes: Fabrício Vilarinho (Fifa) e Márcio Soares

Atlético-GO: Luan Polli; Dudu, Wanderson, Ramon Menezes e Jefferson (Brian Montenegro); Edson (Jorginho), Rickson (Shaylon), Marlon Freitas e Wellington Rato (Airton); Dellatorre (Leandro Barcia) e Léo Pereira.

Técnico: Eduardo Souza

Vila Nova: Georgemy; Moacir (Ricardo Lima), Renato Silveira, Rafael Donato e Willian Formiga; Pablo Roberto, Arthur Rezende e Wagner (Pedro Bambu); Matheuzinho (Cardoso), Rubens e Jean Silva (Bruno Collaço).

Técnico: Higo Magalhães

Veja Também