Nos pênaltis, Atlético Mineiro conquista o título da Supercopa do Brasil

A Supercopa do Brasil tem um novo campeão. Depois de dois títulos seguidos, o Flamengo foi desbancado pelo Atlético Mineiro, que conquistou a taça do torneio que abre, de forma oficial, a temporada do futebol brasileiro. Depois de um empate em 2 a 2 no tempo normal, o Galo levou a melhor nos pênaltis, vencendo o rival por 8 a 7.

Postado em: 20-02-2022 às 21h22
Por: Breno Modesto
Na Arena Pantanal, em Cuiabá, o Atlético-MG levantou a taça da Supercopa do Brasil depois de derrotar o Flamengo nos pênaltis | Lucas Figueiredo/CBF

A Supercopa do Brasil tem um novo campeão. Depois de dois títulos seguidos, o Flamengo foi desbancado pelo Atlético Mineiro, que conquistou a taça do torneio que abre, de forma oficial, a temporada do futebol brasileiro. Depois de um empate em 2 a 2 no tempo normal, o Galo levou a melhor nos pênaltis, vencendo o rival por 8 a 7.

Nacho Fernández e Hulk, pelos mineiros, e Gabriel e Bruno Henrique, para os cariocas, fizeram os gols durante os 90 minutos. Quando a decisão partiu para a marca da cal, brilhou a estrela do goleiro Everson, que, mesmo depois de ter perdido sua cobrança, conseguiu defender a de Vitinho, dando o troféu para a sua equipe.

O jogo

Continua após a publicidade

A primeira parte da decisão do supercampeão do Brasil foi movimentada desde o começo. Porém, a bola só balançou as redes no finzinho. Aos 41 minutos, Guilherme Arana arriscou de fora da área e viu o goleiro Hugo Souza espalmar para o meio da pequena área, onde estava o argentino Nacho Fernández, que só tocou para o gol.

No segundo tempo, o Flamengo voltou com tudo e, em menos de 20 minutos, virou o placar. O empate veio aos 10, quando Gabriel aproveitou o rebote dado por Everson após uma cabeçada de Bruno Henrique e, de esquerda, chutou para o gol. Oito minutos depois, Lázaro deu um belo passe para Bruno Henrique, que, de cobertura, marcou o segundo.

Mas, em pouco mais de 10 minutos, o Galo marcou o segundo, deixando tudo igual. Depois de um cruzamento de Ademir, pela direita, Vargas escorou de cabeça para Hulk, que dominou, girou e encheu o pé, mandando no ângulo de Hugo Souza, que não conseguiu evitar o tento atleticano.

Nos pênaltis, todos os cinco primeiros batedores de cada uma das equipes marcaram. Quando a decisão partiu para as cobranças alternadas, dois erros. Guga e Willian Arão pararam nos goleiros. Dali em diante, mas três erros para cada equipe. Mas, na 12ª cobrança, Hulk marcou e Vitinho não converteu, fechando a disputa com o título mineiro.

Ficha técnica

Atlético-MG 2 (8) x (7) 2 Flamengo

Data: 20 de fevereiro de 2022

Horário: 16h

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)

Gols: Nacho Fernández (41’/1T) e Hulk (29’/2T) – CAM; Gabriel (10’/2T) e Bruno Henrique (18’/2T) – FLA

Árbitro: Anderson Daronco (RS/Fifa)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP/Fifa) e Bruno Raphael Pires (GO/Fifa)

Atlético-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Godín e Guilherme Arana; Jair, Allan (Guga) e Nacho Fernández; Savarino (Ademir), Hulk e Keno (Vargas).

Técnico: Antonio Mohamed

Flamengo: Hugo Souza; Fabrício Bruno, David Luiz e Filipe Luís (Léo Pereira); Rodinei (Matheuzinho), João Gomes, Willian Arão, De Arrascaeta (Vitinho) e Éverton Ribeiro (Lázaro); Gabriel e Bruno Henrique (Diego).

Técnico: Paulo Sousa

Veja Também