De volta, Leomir Soares quer ajudar o Goianésia na reta final do Campeonato Goiano

No último domingo (20), Goianésia e Grêmio Anápolis repetiram o encontro do primeiro turno e ficaram no empate. O confronto, que terminou em 1 a 1, marcou o retorno do meia Leomir Soares à equipe do Azulão do Vale. O jogador, que testou positivo para a Covid-19, ficou fora por cerca de 10 dias, perdendo os dois últimos jogos do clube.

Postado em: 21-02-2022 às 19h30
Por: Breno Modesto
Contra o Grêmio Anápolis, o meia Leomir Soares marcou o gol que deixou o Goianésia na terceira colocação do Grupo A do Goianão | Foto: Breno Modesto

No último domingo (20), Goianésia e Grêmio Anápolis repetiram o encontro do primeiro turno e ficaram no empate. O confronto, que terminou em 1 a 1, marcou o retorno do meia Leomir Soares à equipe do Azulão do Vale. O jogador, que testou positivo para a Covid-19, ficou fora por cerca de 10 dias, perdendo os dois últimos jogos do clube.

Autor do tento que empatou o confronto contra a Raposa, Leomir falou a respeito do momento difícil que viveu. Feliz após o retorno, o atleta comemorou o belíssimo gol marcado e disse que espera ajudar o Goianésia ainda mais daqui para frente, para que o time do Vale do São Patrício alcance seus objetivos traçados para 2022.

“Infelizmente, acabei ficando fora de dois jogos. Não queria, mas, por forças maiores, acabei ficando (fora). Eu estava com saudades de jogar, de ajudar meus companheiros. Estava sendo sofrido ficar do lado de fora. Mas consegui ser feliz nesse retorno, fazendo um belo gol. Mas eu espero ajudar ainda mais daqui para frente, para que possamos conseguir essa tão sonhada classificação (à próxima fase), para chegarmos a voos maiores”, disse Leomir.

Continua após a publicidade

Na visão de Leomir, a dificuldade encontrada pelo Goianésia para conseguir empatar com o Grêmio Anápolis representa bastante o que foi sua semana anterior à partida, onde ele não conseguiu treinar com o restante do elenco do Azulão.

“Representa muito. Só de entrar em campo, foi uma felicidade imensa. Eu estava sofrendo, sentindo muita falta, principalmente nessa última semana. Mas só tenho a agradecer. Primeiramente, a Deus. E, depois, à minha família, que me deu força. Mas, principalmente, ao staff, que me ajudou muito, correndo atrás do exame (de Covid-19), para que eu estivesse presente nessa partida. Então, o esforço deles também valeu a pena. Esse ponto vai nos ajudar muito lá na frente”, comentou o meia.

Por fim, o jogador falou a respeito dos próximos jogos, que vão definir a vida do Azulão do Vale no Goianão. Com oito pontos conquistados, o time é, até aqui, o terceiro colocado do Grupo A, com apenas um ponto de diferença para o próprio Grêmio Anápolis, que é o primeiro time fora do G4.

“Precisarão ser jogos de inteligência. Sabemos que precisaremos pontuar, tanto dentro de casa como fora. Queríamos a vitória contra o Grêmio Anápolis, mas não veio. Mas, como eu disse, esse ponto vai nos ajudar e muito. Agora, é ir para Morrinhos e tentar pontuar lá, para brigar na parte de cima da classificação. Mas nós temos de ficar espertos. Temos que trabalhar durante a semana para não vacilar lá em Morrinhos”, finalizou Leomir.

Veja Também