No primeiro jogo de Umberto Louzer, Atlético-GO empata com o Iporá, no Antônio Accioly

A trajetória do técnico Umberto Louzer no comando técnico do Atlético Goianiense começou com empate.

Postado em: 24-02-2022 às 23h59
Por: Breno Modesto
No Estádio Antônio Accioly, Atlético Goianiense e Iporá empataram por 1 a 1 | Foto: Bruno Corsino/Atlético-GO

A trajetória do técnico Umberto Louzer no comando técnico do Atlético Goianiense começou com empate. Na abertura da nona rodada do Campeonato Goiano, o Dragão recebeu e empatou com o Iporá, na noite desta quinta-feira (24), no Estádio Antônio Accioly. Marlon Freitas, pelo Rubro-Negro, e Du Gaia, pelo Lobo Guará, marcaram os gols do 1 a 1.

Com o resultado, as equipes se mantém nas posições em que iniciaram a rodada. O Atlético Goianiense chegou aos 16 pontos, empatando com o Vila Nova, que lidera, mas levando desvantagem nos critérios de desempate. Já o Iporá é o terceiro, com 12 pontos.

O jogo

Continua após a publicidade

A partida no Antônio Accioly teve um primeiro tempo bem morno, tanto que as primeiras oportunidades demoraram a aparecer. O primeiro grande lance de perigo veio somente aos 16, quando Dellatorre recebeu dentro da área e, de primeira, mandou para o fundo das redes. Porém, a arbitragem pegou uma posição irregular do camisa 9 e anulou o tento rubro-negro.

O lance animou o Iporá, que foi ao ataque. Na marca de 20 minutos, o Lobo Guará assustou a defesa atleticana em duas oportunidades. Na primeira, o goleiro Luan Polli, ligado no lance, fez a defesa. No rebote, Renato Soares encheu o pé e viu a bola explodir no rosto do zagueiro Wanderson, que evitou que o placar fosse aberto. Rapidamente, o Dragão respondeu. De fora da área, Léo Pereira arriscou e viu a finalização, cruzada, passar muito perto da meta de Clériston.

De forma tímida, o Rubro-Negro foi aumentando seu jogo ofensivo. Aos 31, após cruzamento que veio da direita, Dellatorre apareceu para cabecear e tocar para fora. A resposta dos iporaenses veio cinco minutos depois, com Du Gaia, que, dentro da área, chutou rasteiro e obrigou Luan Polli a se esticar todo para evitar que o placar fosse aberto em Goiânia. Ainda na primeira etapa, Wellington Rato, de fora da área, mandou um chutaço, que Clériston não conseguiu segurar e precisou espalmar para fora.

Na etapa final, a entrada de Jorginho no lugar de Rickson deu uma nova cara ao Atlético Goianiense, que melhorou. Porém, a primeira chegada do segundo tempo foi do Iporá. E que chegada. De fora da área, Renato Soares acertou o travessão de Luan Polli. O castigo veio no lance seguinte. Após cobrança de escanteio de Léo Pereira, Marlon Freitas subiu mais alto que a defesa iporaense e tocou para o fundo das redes, abrindo o placar.

Pouco após o tento marcado, o Dragão chegou outra vez com perigo. Após um rebote, Jorginho, de fora da área, mandou colocado e carimbou o travessão de Clériston. Quando o 1 a 0 parecia mesmo o resultado definitivo, o Iporá deixou tudo igual. Depois de um cruzamento de Bruno Bahia, pela direita, Du Gaia se esticou todo e empatou, aos 45, decretando números finais no Accioly.

Ficha técnica

Atlético-GO 1×1 Iporá

Data: 24 de fevereiro de 2022

Horário: 19h30

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)

Gols: Marlon Freitas (12’/2T) – ACG; Du Gaia (45’/2T) – IPO

Árbitro: Edílson Silva

Auxiliares: Leone Carvalho e Hugo Correa

Atlético-GO: Luan Polli; Dudu, Wanderson, Ramon Menezes e Arthur Henrique; Edson, Marlon Freitas, Rickson (Jorginho) e Wellington Rato (Airton); Dellatorre (Leandro e Léo Pereira (Jean Carlos).

Técnico: Umberto Louzer

Iporá: Clériston; Douglas Silva, Lídio, Jefferson Santos e Gabiga (Júnior Goiano); Renato Xavier (Bosco), Régis Potiguar, Renato Soares (Jairinho) e João Araújo (Bruno Bahia); Du Gaia e Tiago Pará.

Técnico: Edson Silva

Veja Também