Fora de casa, Atlético Goianiense derrota o União Rondonópolis e se classifica na Copa do Brasil

Saiu a primeira vitória goiana na edição de 2022 da Copa do Brasil. Diferentemente de Goiás, Vila Nova e Grêmio Anápolis, que empataram suas partidas, o Atlético Goianiense estreou na competição nacional com um triunfo.

Postado em: 03-03-2022 às 21h21
Por: Breno Modesto
O atacante Dellatorre abriu caminho para a vitória do Atlético Goianiense no Estádio Luthero Lopes | Foto: Gil Gomes

Saiu a primeira vitória goiana na edição de 2022 da Copa do Brasil. Diferentemente de Goiás, Vila Nova e Grêmio Anápolis, que empataram suas partidas, o Atlético Goianiense estreou na competição nacional com um triunfo. Fora de casa, o time comandado pelo técnico Umberto Louzer derrotou o União Rondonópolis por 3 a 0, na noite desta quinta-feira (3).

Dellatorre, Airton e Shaylon fizeram os gols que colocaram o Rubro-Negro na segunda fase da Copa do Brasil. Nela, o time goiano será mandante e enfrentará o Nova Venécia, do Espírito Santo, no Estádio Antônio Accioly. A data do duelo deve ser confirmada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nos próximos dias.

O jogo

Continua após a publicidade

A partida no Luthero Lopes começou num ritmo lento, com as equipes chegando pouco ao ataque. E, quando chegavam, não levavam muito perigo aos goleiros. A primeira finalização veio aos nove minutos, com os donos da casa. Depois de um escanteio cobrado por Alex Maranhão, a defesa rubro-negra afastou mal e, no rebote, Lucas Mendonça mandou para fora.

Aos 25 minutos, o Dragão chegou com muito perigo. Livre de marcação, Dellatorre recebeu na pequena área. O camisa 9 teve tempo para ajeitar e chutar. Porém, mandou sem muita força, o que acabou contribuindo para que o goleiro Neneca, com uma certa tranquilidade, fizesse a defesa. 10 minutos depois, o Touro também ficou no quase, quando Odail Júnior foi para a área atleticana e cabeceou para fora a falta cobrada por Alex Maranhão.

Antes do fim do primeiro tempo, o Atlético conseguiu abrir o placar. Na marca de 46 minutos, Arthur Henrique, de longe, lançou para Jorginho, na ponta direita. O camisa 10 avançou até a linha de fundo e cruzou, na medida, para Dellatorre, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes de Neneca.

Na volta do intervalo, o Dragão começou pressionando. E, novamente, com Dellatorre. Aos oito, o centroavante recebeu na área, girou para cima da marcação mato-grossense e chutou forte. A finalização ficou nas mãos de Neneca. Dali em diante, o União Rondonópolis armou uma blitz para cima da defesa rubro-negra.

A primeira chegada perigosa veio aos nove, quando Deivisson Pikachu recebeu um cruzamento e, de cabeça, tentou tirar de Luan Polli, mas acabou jogando para fora. Dois minutos depois, o atacante apareceu novamente. Desta vez, chutando cruzado, para fora. Já na marca de 34, Giancarlo, cobrando falta, acertou a trave de Luan Polli. No rebote, Pikachu completou, mas não conseguiu marcar.

Quando os donos da casa eram só pressão, o Rubro-Negro sacramentou sua vitória. Primeiro, aos 47, quando Shaylon deu um bolão para Airton, que partiu em velocidade, invadiu a área e precisou chutar duas vezes para vencer Neneca e marcar o segundo gol rubro-negro. Dois minutos depois, foi a vez do próprio Shaylon marcar. O meia tabelou com Marlon Freitas, e, na cara de Neneca, tocou colocado, no canto esquerdo do goleiro mato-grossense, dando números finais ao jogo. (Especial para O Hoje)

Ficha técnica

União Rondonópolis 0x3 Atlético-GO

Data: 3 de março de 2022

Horário: 19h

Local: Estádio Luthero Lopes, em Goiânia (GO)

Gols: Dellatorre (46’/1T), Airton (47’/2T) e Shaylon (49’/2T) – ACG

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)

Assistentes: Helton Nunes (SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC)

União Rondonópolis: Neneca; Michel (Gabriel Júnior), Odail Júnior, Willian Barão e Lucas Mendonça (Alan Abdala); Ruan Bahia, Felipe Profeta, Adriano Peixinho (Antônio Júnior) e Alex Maranhão (Fabinho); João Pedro (Giancarlo) e Deivisson Pikachu.

Técnico: Odil Soares

Atlético-GO: Luan Polli; Dudu, Wanderson, Ramon Menezes e Arthur Henrique; Baralhas (Ramon Carvalho), Marlon Freitas, Jorginho (Shaylon) e Wellington Rato (Leandro Barcia); Dellatorre (Brian Montenegro) e Léo Pereira (Airton).

Técnico: Umberto Louzer

Veja Também