Fellipe Bastos fala sobre gol de falta marcado em último jogo: “É preciso estar confiante”

O Goiás volta a campo já nesta quarta-feira (09), diante do Crac, pelas quartas-de-final do Campeonato Goiano 1xBet. O time que terminou

Postado em: 08-03-2022 às 11h29
Por: Victor Pimenta
Volante também falou sobre o confronto diante do Crac nesta quarta-feira, pelo Goianão | foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

O Goiás volta a campo já nesta quarta-feira (09), diante do Crac, pelas quartas-de-final do Campeonato Goiano 1xBet. O time que terminou como líder da classificação geral, encara a equipe que terminou em quarto no grupo B.

Autor do primeiro gol na vitória de virada sobre o Grêmio Anápolis na última rodada, Fellipe Bastos vem se especializando ainda mais nas cobranças de falta. Após quase marcar contra Morrinhos e Goianésia, deixou sua marca no último jogo e falou sobre a escassez de gols em bolas paradas nos últimos anos. Ele já havia feito um gol de falta pelo Goiás em 2021, diante do Operário Ferroviário.

“No futebol brasileiro passei em alguns clubes e desde quando eu comecei a jogar, venho prestando atenção numa mudança de método de treinamento. É normal também, o futebol evoluiu na parte física, porque precisamos muito para jogar, os fisiologistas, preparadores e treinadores tem pesado muito isso e para a gente não chegar com a perna pesada para o jogo, temos evitado as cobranças de falta que é algo mais específico e temos que cobrar umas trinta faltas por treino. Então, tenho conversado bastante com o Leandrão, com o Renan, porque preciso cobrar falta, treinar e se estou treinando, com certeza estou com minha batida, tenho essa facilidade de bater na bola, mas pode ver que nos últimos jogos tenho passado perto, assim como foi contra o Morrinhos, Goianésia e isso é fruto do treinamento, mas eles sabem que eu preciso porque as vezes você só tem uma oportunidade no jogo e você precisa estar confiante e calibrado”, disse Fellipe Bastos.

Continua após a publicidade

Agora o clube esmeraldino terá um desafio pela frente, ao enfrentar o Crac, às 19h30, no estádio Genervino da Fonseca. Fellipe Bastos sabe das condições do gramado, mas que irão com o objetivo de conquistar uma vantagem para decidir em casa, diante de seu torcedor.

“Sabemos que é mata mata, são dois jogos e cento e oitenta minutos. Mas a gente tem que saber que decidimos em nossa casa e os dois jogos é que irão decidir. Então, sabemos que iremos enfrentar uma equipe diante de seu torcedor, de um campo que a gente não conhece, mas já temos informações que é um campo muito difícil de se jogar e precisamos estar conscientes e concentrados porque a gente volte para nossa casa com um resultado bom para que a gente consiga a nossa classificação”, concluiu o volante esmeraldino.

Confira a coletiva completa do volante no canal oficial do Goiás Esporte Clube:

Veja Também