Ex-Fórmula 1 Antonio Pizzonia vai competir na GT Sprint Race

Antonio Pizzonia, ex-piloto de Formula 1, se juntará ao elenco da GT Sprint Race em 2022. O amazonense correrá a bordo do

Postado em: 09-03-2022 às 19h03
Por: Ildeu Iussef
Amazonense vai compor o elenco da competição em 2022 e se junta a uma lista de pilotos experientes com passagens pelo exterior, mas que apostaram na continuidade da carreira em pistas brasileiras | Foto: Divulgação

Antonio Pizzonia, ex-piloto de Formula 1, se juntará ao elenco da GT Sprint Race em 2022. O amazonense correrá a bordo do carro #12, na classe PRO, e sua estreia será na abertura da 11ª temporada da categoria, no próximo final de semana, no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul (RS). O piloto dividirá o carro com o paranaense Edgar Bueno Neto, da Stock Light, e que também fará a sua primeira temporada completa na competição.

Hoje aos 41 anos, o experiente Pizzonia foi destaque muito cedo como piloto de kart, categoria pela qual conquistou o tricampeonato paulista e um título brasileiro.  Em 1997, aos 16 anos, começou a competir na Europa, primeiro pela Fórmula Vauxhall Júnior (vice-campeão), para dois anos depois sagrar-se campeão da Fórmula Renault inglesa e vice da Europeia. Em 2000, entrou para o seleto time de campeões da tradicional Fórmula 3 Inglesa e no ano seguinte foi o sexto colocado da Fórmula 3000. Em 2002, ao mesmo tempo que competia, passou a ser piloto de testes para a equipe Williams de Fórmula 1, função na qual permaneceu por duas temporadas.

Ainda na principal categoria do automobilismo mundial, em 2004, correu quatro grande prêmios, no lugar de  Ralf Schumacher, e, no ano seguinte, foi substituto de Nick Heidfeld, nas ultimas corridas daquela temporada.  Foi nesse período que marcou seus primeiros pontos na Fórmula 1, no GP da Alemanha, disputado em Hockenheim,  na qual terminou na sétima colocação. Correu mais três corridas pela equipe de Frank Williams naquele ano: Hungria (sétimo colocado); Bélgica (não terminou) e Itália (sétimo colocado novamente), fechando a temporada com seis pontos, em 15º lugar.

Continua após a publicidade

Piloto Antonio Pizzonia durante a sua participação na Fórmula 1

Entre 2006 e 2008, Pizzonia competiu nos Estados Unidos, na Champ Car e na Fórmula Indy, tendo dois décimos lugares, pela equipe Rocketsports, como melhores resultados.

Em paralelo, no final do ano de 2006, Pizzonia foi contratado pela equipe do piloto italiano Giancarlo Fisichella, a FMS, para disputar a temporada de 2007 da categoria de acesso à Fórmula 1, a GP2 Series. Pizzonia participou de todos os testes da pré-temporada.

Na Stock Car, Pizzonia estreou em 2008 na Action Power e esteve nos anos de 2009, 2010, 2011 e 2012.  Retornou em 2014 e, em 13 de abril, venceu sua primeira corrida na Stock, na etapa de Santa Cruz do Sul-RS. Participou também em 2015, 2016 (apenas a Corrida de Duplas com vitória) e 2017. Também participou da Fórmula Superleague em 2011 e em 2013 foi anunciado pela equipe norte-americana Michael Schank Racing na Grand Am.

Ainda em 2013,  participou da etapa de abertura do Mundial de Endurance (WEC) pela equipe oficial da montadora japonesa Nissan, nas 6 Horas de Silverstone, na Inglaterra.

Além de Pizzonia, outros seis pilotos estreiam na categoria nesta jornada 2022: Brendon Zonta, Diogo Moscato, Alexandre Cauê, Leonardo Yoshii , Edgar Bueno Neto e Ayrton Chorne

Veja Também