Após três meses de sua venda, Dudu embarca para o Japão e afirma: “Realização de um sonho”

O volante Dudu deixou o Vila Nova no início do ano, onde foi vendido ao Júbilo Iwata, do Japão, porém, sua passagem

Postado em: 20-03-2022 às 13h00
Por: Victor Pimenta
Volante ex-Vila Nova assinou um contrato de três anos com o Júbilo Iwata | foto: Heber Gomes

O volante Dudu deixou o Vila Nova no início do ano, onde foi vendido ao Júbilo Iwata, do Japão, porém, sua passagem teve que ser adiada. Afinal, devido as restrições do país asiático quando a viagens de estrangeiros, o jogador teve que esperar mais um pouco em solo brasileiro antes de embarcar para o outro lado do mundo.

Após três meses na espera, o volante viaja na próxima semana rumo ao seu sonho, jogar no futebol japonês. Isso porquê nas coincidências da vida, Dudu chegou a enfrentar a Seleção do Japão, quando representou o Brasil na Universíade, em Napoli, em 2019. Ele falou com exclusividade no 62Podcast.

“É a realização de um sonho. Enfrentei o Japão no campeonato em que participei [Universíade] e pensei em um dia querer jogar no Japão. Desde lá fui comentando com minha esposa e por incrível que pareça, em 2021 fiquei com isso na cabeça. Foi então criando aquela expectativa e acabou que no final da Série B, meus empresários me ligaram falando de uma situação no Japão. Acabou que as coisas encaminharam bem e deu certo de ir para lá, conhecer outro país, outra cultura, eu acompanhava não muito, mas agora é direto e é a realização de um sonho e estou muito feliz de poder chegar e começar minha trajetória lá”, falou sobre a expectativa na ida para o Japão.

Continua após a publicidade

Entre idas e vindas em suas passagens pelo Vila Nova, o jogador atuou em cento e vinte partidas pelo time colorado, mas falou sobre sua partida 100, quando pôde enfrentar o Goiás na Serrinha e o resultado para ele o melhor possível, vitória de 2 a 1 sobre o maior rival da sua ex-equipe.

“Clássico é tudo ou nada e eu não penso em outra coisa não. Primeiro eu já estava contando e nas minhas contas, se eu não tomasse um amarelo, seria contra o Confiança no OBA, na volta da torcida. Clássico é diferente, ainda mais contra o Goiás e a gente não pode perder por nada. Na semana alguns caras falando que o Goiás ia dar uma goleada no Vila, que era superior em tudo e aquilo foi inflamando. No aquecimento ficamos do lado da torcida organizada dos caras e eles xingando a gente e quando começou o jogo a história foi diferente”, concluiu Dudu que demonstrou um enorme carinho pelo Vila Nova em sua saída.

Dudu foi revelado nas categorias de base do próprio Vila Nova e ainda passou por Grêmio, Votuporanguense, Remo, foi campeão da Divisão de Acesso pelo Jaraguá e retornou ao clube colorado em 2020, fazendo parte da campanha do título da Série C e ajudou a equipe na última Série B. Ele foi vendido ao Júbilo Iwata, do Japão, onde assinou um contrato de três anos com seu mais novo clube.

Confira a entrevista completa do volante no 62Podcast:

Veja Também