Com gol de pênalti, Atlético abre final do Campeonato Goiano com vitória contra o Goiás

Postado em: 26-03-2022 às 18h42
Por: Breno Modesto
De pênalti, o volante Marlon Freitas fez o gol da vitória rubro-negra no primeiro jogo da decisão do Goianão de 2022 | Foto: Bruno Corsino/Atlético-GO

Os primeiros 90 minutos da decisão do título goiano de 2022 terminaram com triunfo atleticano. No jogo de ida da final do Campeonato Goiano, o Atlético Goianiense fez valer o mando de campo e derrotou o Goiás por 1 a 0, neste sábado (26), no Estádio Antônio Accioly. O único gol da partida foi marcado pelo volante Marlon Freitas, em cobrança de pênalti.

Com o resultado, o Dragão vai para o jogo de volta, que acontecerá no próximo sábado (2), no Estádio da Serrinha, podendo empatar para ficar com a taça. Para ser campeão no tempo normal, o Esmeraldino precisará vencer por dois ou mais gols de diferença. Caso o clube alviverde triunfe pela diferença mínima, a decisão do campeão será nas penalidades máximas.

O jogo

A partida no Estádio Antônio Accioly começou pior maneira possível para o Goiás. Logo aos dois minutos, o atacante Vinícius sentiu a coxa e teve de ser substituído. Em seu lugar, entrou Apodi, que foi quem teve a primeira oportunidade de gol do confronto. Aos seis, o camisa 22 recebeu um passe em profundidade e, dentro da área, chutou para a defesa de Luan Polli.

A resposta atleticana veio dois minutos mais tarde. Wellington Rato recebeu na ponta direita, trouxe para o meio, se livrou da marcação esmeraldina e rolou para o meio da área, por onde entrava Jorginho. O camisa 10 chegou chutando de primeira e viu sua finalização passar por cima do gol de Tadeu, assustando a defesa dos visitantes.

No finalzinho da primeira etapa, cada equipe teve mais uma chance de tirar o zero do placar. Pelo Dragão, Wanderson apareceu para resvalar de cabeça o escanteio cobrado por Jorginho. A cabeçada do defensor foi espalmada por Tadeu. Depois, foi a vez do Esmeraldino. Também de cabeça, Auremir desviou uma cobrança de falta de Fellipe Bastos e quase marcou.

Na volta do intervalo, o Rubro-Negro foi para cima do Esmeraldino. Na marca de 10 minutos, Léo Pereira deu um belo lançamento em profundidade para Wellington Rato. O camisa 9 avançou até a pequena área e foi derrubado por Tadeu. Instantaneamente, o árbitro Eduardo Tomaz assinalou a penalidade. Mas, depois, voltou atrás.

Pouco tempo depois, aos 19, o Goiás ficou com um jogador a menos. Em mais uma escapada de Wellington Rato, desta vez pelo lado direito da defesa esmeraldina, o atacante atleticano foi derrubado por Reynaldo, que cometeu a falta com uma intensidade acima do normal. Ao olhar no VAR, o defensor acabou sendo expulso.

Aos 34, outro pênalti. Desta vez, sem anulação. Jorginho foi derrubado por Yan Souto dentro da área e Eduardo Tomaz não hesitou. Deu a penalidade. O volante e capitão atleticano, Marlon Freitas, se encarregou da cobrança. O camisa 8 acertou no meio e mandou no fundo das redes de Tadeu, que pulou para o seu lado direito.

Ficha técnica

Atlético-GO 1×0 Goiás

Data: 26 de março de 2022

Horário: 16h30

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)

Gol: Marlon Freitas (37’/2T) – ACG

Cartão vermelho: Reynaldo (19’/2T) – GOI

Árbitro: Eduardo Tomaz

Assistentes: Bruno Pires (Fifa) e Hugo Correa

VAR: Carlos Eduardo Braga (RJ)

Atlético-GO: Luan Polli; Dudu, Wanderson, Edson e Arthur Henrique (Brian Montenegro); Gabriel Baralhas, Marlon Freitas e Jorginho; Shaylon (Luis Phelipe), Wellington Rato (Hayner) e Léo Pereira (Airton).

Técnico: Umberto Louzer

Goiás: Tadeu; Maguinho, Caetano, Reynaldo e Danilo Barcelos; Auremir, Fellipe Bastos e Luan (Yan Souto); Diego, Pedro Raúl e Vinícius (Apodi).

Técnico: Glauber Ramos

Compartilhe: