Higo Magalhães afirma estar satisfeito com o futebol apresentado pelo Vila Nova na estreia da Série B

Jogando em São Januário, o Vila Nova não se intimidou e criou boas oportunidades de vencer a partida diante do Vasco da

Postado em: 09-04-2022 às 17h26
Por: Ildeu Iussef
Treinador colorado não lamenta empate e diz que adversários vão sofrer contra o Vasco | Foto: Comunicação Vila Nova

Jogando em São Januário, o Vila Nova não se intimidou e criou boas oportunidades de vencer a partida diante do Vasco da Gama na estreia da Série B do Campeonato Brasileiro. Após o jogo, o técnico Higo Magalhães afirmou ver com bons olhos o empate pelo placar de 1 a 1 e estar satisfeito com a atuação da equipe.

“Somos um clube que não lamenta nada. Viemos aqui com o propósito de ganhar o jogo. Os números provam que tivemos mais possibilidade de finalizações claras. Só vamos comemorar esse empate no último momento, na 38ª rodada, se precisarmos desse um ponto para ter o acesso. Temos que nos mobilizar para sempre trabalhar no nosso limite, mas reafirmo que foi um ponto contra um grande adversário, com grande camisa e que é um dos favoritos ao acesso. Vai ter adversário que vai sofrer aqui e gostaria do empate que conseguimos. Então, não vamos lamentar. Saímos satisfeitos com o que apresentamos”, declarou.

O treinador colorado foi questionado acerca da substituição realizada na etapa complementar de promover a entrada do meia Wagner na vaga do volante Pablo Roberto, que vinha sendo um dos destaques colorado em campo.

Continua após a publicidade

“A gente desmontaria nossa formatação ali de losango por dentro, colocaria mais um meia para jogar nas costas do volante do Vasco, porque eles estavam saindo e tinha aquele espaço que poderíamos aproveitar melhor, até para aproximar do Rubens, depois o Pablo Dyego. Foi um momento que a gente achou que poderia subir mais a linha, dificultar principalmente a zona de construção para ter um controle mais próximo do gol do adversário”, explicou.

Higo Magalhães fez uma avaliação das atuações dos atletas Alex Silva e Rafinha que estrearam com a camisa do Vila Nova diante do Vasco da Gama.

“Gostamos do que vimos, principalmente pelo comprometimento, o entendimento das nossas ideias. Eles tiveram um pouco de dificuldade, principalmente no encaixe no começo, mas depois, principalmente o Alex entrou no jogo e nosso lado com ele é muito forte, porque ele cria possibilidade de drible e acionar o Matheuzinho no corredor. Já o Rafinha é um cara de contenção, que marca muito forte, que faz o “jogo sujo”, que tem o passe mais simples e contribuiu com aquilo que tínhamos combinado”, avaliou.

O Vila Nova volta a campo na terça-feira (12), quando recebe o Novorizontino, às 19h, no Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA), pela 2ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Veja Também