No OBA, Vila Nova não emplaca ritmo forte e fica no empate sem gols com o Novorizontino

O Vila Nova ainda não emplacou o caminho das vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga

Postado em: 12-04-2022 às 21h01
Por: Ildeu Iussef
No duelo de felinos prevaleceu a falta de qualidade nas finalizações e a igualdade no marcador | Foto: Ozzair Júnior/Novorizontino

O Vila Nova ainda não emplacou o caminho das vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA), o Tigre empatou sem gols com o Novorizontino, em duelo da 2ª rodada da competição nacional.

Com esse resultado, momentaneamente, o Vila Nova ocupa o 5º lugar com dois pontos conquistados. Enquanto o Novorizontino é o 13º colocado com um ponto somado.

Primeiro tempo

Continua após a publicidade

O começo de partida no OBA foi morno e com pouquíssimas chances de gol. A primeira grande oportunidade do jogo foi do Novorizontino aos 15 minutos. Em finalização de fora da área, Danielzinho tentou surpreender o goleiro Georgemy e a bola passou por cima do travessão.

Aos 25 minutos, o técnico Allan Aal teve de fazer a primeira substituição na sua equipe. Afinal, o volante Bruno Silva pisou muito mal com o pé direito após uma disputa de bola com Pablo Roberto e teve de deixar o campo.

A primeira finalização do Vila Nova na meta adversária aconteceu somente aos 28 minutos da etapa inicial. Após uma boa trama ofensiva, Victor Andrade recebeu de Arthur Rezende na entrada da área, achou um espaço e bateu para a defesa do goleiro Giovanni. Logo na sequência, Pablo Roberto recebeu de Willian Formiga e finalizou dentro da área. A bola desviou em Gustavo Bochecha e explodiu no travessão aurinegro!

Por conta da chuva que caiu em Goiânia, o gramado do OBA ficou encharcado e no intervalo os funcionários do Vila Nova tiveram de refazer a marcação das linhas do campo com cal.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, as duas equipes voltaram com a mesma formação da etapa inicial para a disputa dos 45 minutos finais de partida. 

A primeira oportunidade de abrir o placar na etapa final foi do Novorizontino. Aos três minutos, em cobrança de falta de Danielzinho, a bola foi alçada na área colorada, Willean Lepo desviou de cabeça e a defesa do Vila Nova fez o corte.

Logo na sequência, o Vila Nova deu a resposta com Matheuzinho. O camisa 7 colorado cobrou a falta de longe, o goleiro Giovanni perdeu o tempo de bola, mas conseguiu se recuperar e fazer a defesa.

Aos 16 minutos, Pablo Dyego cruzou, o goleiro Giovanni tirou, e a bola bateu em Wálber. O juiz marcou toque de mão e assinalou uma penalidade máxima a favor do Vila Nova. Porém, o VAR entrou em ação e chamou o árbitro Ivan da Silva Guimarães para revisar a jogada. E após analisar o lance foi anulada a marcação, pois a bola bateu no ombro do jogador do Novorizontino.

O Vila Nova tinha o controle das ações ofensivas, criava as melhores oportunidades e desperdiçava. Victor Andrade recebeu um belo passe de Matheuzinho, mas acabou errando na tentativa de passe e finalização. Na sequência, Arthur Rezende pegou a sobra e chutou para longe da meta adversária. Em outra jogada, o zagueiro Rafael Donato se aventurou no ataque, recebeu bom passe e acabou furando na hora da finalização!

Após o apito final, os pouco mais de 2.840 torcedores vilanovenses presentes no OBA vaiaram a atuação da equipe que ficou no empate sem gols diante do Novorizontino.

Agenda

Pela 3ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vila Nova entrará em campo no sábado, dia 23 de abril, para encarar o Ituano, no Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP), às 19h. Enquanto, o Novorizontino vai visitar o Londrina na quinta-feira, dia 21 de abril, às 21h30, no Estádio do Café, em Londrina (PR).

FICHA TÉCNICA

Vila Nova 0x0 Novorizontino

Data: 12 de abril de 2022

Horário: 19h

Local: Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia

Motivo: 2ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Público pagante: 2.485 pessoas

Público presente: 2.844 pessoas 

Renda: R$ 35.425

Árbitro: Ivan da Silva Guimarães (AM)

Assistentes: Marcos Santos Vieira (AM) e Uesclei Regison Pereira dos Santos (AM)

4º árbitro: Breno Vieira Souza (GO)

VAR: Adriano Milczviski (PR)

AVAR: Luciano Roggenbaum (PR)

Cartões Amarelos: Rafinha e Arthur Rezende (Vila Nova); Douglas Baggio e Lucas Tocantins (Novorizontino)

Vila Nova: Georgemy; Alex Silva, Renato, Rafael Donato e Willian Formiga; Rafinha (Daniel Amorim), Pablo Roberto e Arthur Rezende; Matheuzinho (Jean Silva), Pablo Dyego (Eberê) e Victor Andrade (João Lucas). Técnico: Higo Magalhães

Novorizontino: Giovanni; Willean Lepo, Joílson, Wálber e Romário; Bruno Silva (Barba), Gustavo Bochecha e Danielzinho (Rômulo); Douglas Baggio (Léo Tocantins), Quirino (Diego Torres) e Lucas Tocantins (Cléo Silva). Técnico: Allan Aal

Veja Também