Fora de casa, Atlético bate o Defensa y Justicia e se isola na liderança de seu grupo na Sul-Americana

Postado em: 13-04-2022 às 00h12
Por: Breno Modesto
Ao lado dos torcedores atleticanos, Wellington Rato comemora o gol da vitória rubro-negra | Foto: Conmebol

O Atlético Goianiense segue 100% na Copa Sul-Americana. Pela segunda rodada da fase de grupos da competição internacional, o time comandado pelo técnico Umberto Louzer bateu o Defensa y Justicia, fora de casa, por 1 a 0. Wellington Rato fez o único gol da partida, disputada na noite desta terça-feira (12), no Estádio Norberto “Tito” Tomaghello.

Com os três pontos conquistados, o Dragão chega aos seis e se mantém na liderança do Grupo F do torneio. Agora, de forma isolada. O próximo compromisso da equipe goiana na Sul-Americana será contra o Antofagasta, do Chile, também fora de casa. O duelo acontecerá no dia 27 de abril.

O jogo

Jogando fora de casa, o Dragão começou a partida sendo pressionado pelo Defensa y Justicia. Com apenas três minutos de jogo, os donos da casa tiveram a primeira oportunidade de gol do confronto. Bou limpou a marcação de Marlon Freitas e, dentro da área, finalizou. Bem posicionado, Luan Polli fez a defesa e evitou o gol argentino.

Quatro minutos mais tarde, foi a vez Merentiel levar perigo à meta rubro-negra. Depois de um cruzamento pelo lado esquerdo, Wanderson não conseguiu fazer o corte e viu a bola sobrar para o camisa 9, que, com categoria, desviou de letra. Mais uma vez, Luan Polli fez a defesa e não deixou o Defensa y Justicia abrir o placar.

A primeira chance do Atlético Goianiense aconteceu aos oito minutos. E foi fatal. Em uma jogadaça individual pelo lado direito, Dudu driblou a marcação dos argentinos, invadiu a área e tocou para o meio, onde estava Wellington Rato, que, de primeira, mandou para o fundo das redes do goleiro Unsain.

Com o gol marcado, o Rubro-Negro se fechou e passou a defender ainda mais. Querendo o empate, o time verde e amarelo se lançou ao ataque. E, antes do fim da primeira etapa, mandou uma bola na trave de Luan Polli. Na marca de 43 minutos, Merentiel, aproveitando um cruzamento da esquerda, foi mais rápido que a defesa goiana, se antecipou e mandou no poste atleticano.

Na volta do intervalo, a pressão argentina seguiu. Em mais um cruzamento na área de Luan Polli, Rotondi, aos três, chegou batendo de primeira, mas acabou mandando por cima do gol. Quatro minutos depois, Merentiel novamente. O camisa 9 recebeu na área, ajeitou para o pé direito e chutou na rede, mas pelo lado de fora.

Com Léo Pereira, o Rubro-Negro quase marcou o segundo. Aos 18 minutos, o camisa 11 partiu em velocidade pelo lado esquerdo, invadiu a área e chutou colocado. A finalização acabou indo para fora e, por muito pouco, não beijou a rede.

Em mais um cruzamento pelo lado esquerdo, foi a vez do lateral-direito Tripichio aparecer para assustar Luan Polli. Sem marcação, o camisa 14 testou firme, mas mandou nas mãos do arqueiro rubro-negro. No entanto, os inúmeros cruzamentos e escanteios não resultaram em gol e o Dragão acabou conquistando mais uma vitória na Sul-Americana.

Ficha técnica

Defensa y Justicia 0x1 Atlético-GO

Data: 12 de março de 2022

Horário: 21h30

Local: Estádio Norberto “Tito” Tomaghello, em Florencio Varela (ARG)

Gol: Wellington Rato (8’/1T) – ACG

Árbitro: Carlos Betancur (Fifa/COL)

Assistentes: Dionisio Ruíz (Fifa/COL) e Sebastian Vela (Fifa/COL)

Defensa y Justicia: Unsain; Tripichio, Frías, Colombo e Soto; Loaiza (Hachen), Gutiérrez, Hugo Fernández e Rotondi (Alanís); Merentiel (Fontana) e Walter Bou (Albertengo).

Técnico: Sebastián Beccacece

Atlético-GO: Luan Polli; Dudu, Wanderson, Edson e Jefferson; Gabriel Baralhas, Marlon Freitas e Jorginho (Rickson); Shaylon (Diego Churín), Wellington Rato (Hayner) e Léo Pereira (Ramon Menezes).

Técnico: Umberto Louzer

Compartilhe: