Fellipe Bastos descarta favoritismo em confronto diante do RB Bragantino pela Copa do Brasil

Postado em: 19-04-2022 às 12h55
Por: Victor Pimenta
Volante falou sobre força da torcida jogando em casa e viu evolução no elenco após empate diante do Palmeiras | foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

Mudando o foco para a Copa do Brasil, o Goiás recebe nesta quarta-feira (20), o RB Bragantino, às 19h, no estádio Hailé Pinheiro. Após o empate em casa diante do Palmeiras, o time entra motivado na competição nacional. O jogo de volta acontece em Bragança Paulista.

O clube paulista recentemente goleou o Atlético Goianiense por 4 a 0 pelo Campeonato Brasileiro e além da competição nesta quarta-feira, tem também uma Libertadores. Perguntado sobre o favoritismo, Fellipe Bastos respondeu.

“Não tem favorito. São competições distintas e estamos disputando o Brasileiro, mas é outra competição. A gente sabe que é uma maratona realmente por ser trinta e oito rodadas e precisamos manter uma constância. A Copa do Brasil são dois jogos e sabemos que o primeiro jogo na nossa casa, temos que fazer o resultado, ser inteligente para jogar e não sofrermos gols e levar para Bragança algo que dificulte. Então, a gente precisa ser inteligente, dentro da nossa casa, diante do nosso torcedor, sabendo que temos cento e oitenta minutos para jogar. Uma competição que a gente sonha e quando você vai atrás do sonho, você vai com tudo”, ressaltou o volante.

No empate diante do Palmeiras, o torcedor esmeraldino fez sua parte e incentivou a equipe durante os noventa minutos. Mesmo com o empate no final, a torcida deve voltar a aparecer no confronto desta quarta-feira, onde ela foi bastante elogiada e hoje em dia empurra o time, sendo o décimo segundo jogador do clube.

“O torcedor faz sempre a diferença e no sábado a atmosfera que eles fizeram dentro do jogo foi maravilhosa para a gente. Sabemos que eles vinham sofrendo até por conta das quatro derrotas e por ter perdido o título, mesmo assim lotou a Serrinha, nos incentivou desde o primeiro minuto até o último minuto. Saímos tristes pelo resultado porque estávamos ganhando faltando vinte segundos para terminar o jogo, sai com saber de derrota, mas sabendo que a gente evoluiu, fizemos um bom jogo, o torcedor pede sempre raça, sempre vontade e organização e isso não faltou no jogo de sábado e com certeza não irá faltar no de amanhã, porque a gente precisa muito deles”, concluiu Fellipe Bastos.

Confira a coletiva completa do volante no canal oficial do Goiás:

Compartilhe: