Sábado, 04 de fevereiro de 2023

Rodolfo Filemon vive expectativa de fazer sua estreia pelo Grêmio Novorizontino

Natural da cidade de Luiz Antônio, no interior do Estado de São Paulo, o defensor, que começou sua trajetória profissional no futebol paulista, vive a expectativa de fazer sua estreia pelo Tigre do Vale.

Postado em: 20-04-2022 às 14h25
Por: Breno Modesto
Natural da cidade de Luiz Antônio, no interior do Estado de São Paulo, Filemon é um dos reforços do Novorizontino para a Série B | Foto: Ozzair Jr./Novorizontino

No início do mês, o Grêmio Novorizontino, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro pela primeira vez em sua história, anunciou alguns reforços para a sequência da temporada e, principalmente, para a competição nacional. Dentre esses nomes anunciados, estava o do zagueiro Rodolfo Filemon, de 27 anos, que disputou o Campeonato Paulista pela Inter de Limeira.

Natural da cidade de Luiz Antônio, no interior do Estado de São Paulo, o defensor, que começou sua trajetória profissional no futebol paulista, vive a expectativa de fazer sua estreia pelo Tigre do Vale. Na segunda rodada, quando a equipe aurinegra empatou sem gols com o Vila Nova, Filemon chegou a ficar no banco de reservas, mas não entrou.

No entanto, nesta quinta-feira (21), o paulista pode ter sua primeira oportunidade pelo Novorizontino, que entra em campo às 19h. Fora de casa, o time comandado pelo técnico Allan Aal encara o Londrina. Apesar da experiência, Filemon espera que, caso receba sua chance, o frio na barriga não o atrapalhe.

Continua após a publicidade

“Por mais experiente que a pessoa seja, sempre existe aquela expectativa para a estreia. Estou com aquele frio na barriga, mas não é nada que vai me atrapalhar quando chegar o momento de jogar”, disse Rodolfo Filemon.

Embora a Segundona já tenha tido duas rodadas, o Tigre jogou apenas uma, já que o CRB, seu adversário na estreia, ainda estava envolvido com o estadual. Apesar disso, na primeira partida que disputou, o Novorizontino conquistou um importante ponto fora de casa e que pode fazer a diferença no decorrer do torneio, como cita Filemon.

“Disputamos apenas um jogo na Série B (do Campeonato Brasileiro). O primeiro ponto, fora de casa, sempre é muito bom. Sabemos das dificuldades que teremos no restante da competição, mas temos que enfatizar a força desse grupo, que foi e será muito importante ainda”, comentou o defensor.

Por fim, Filemon projeta o confronto contra os paranaenses, no Estádio do Café. Mesmo jogando como visitante e respeitando a equipe do Londrina, o zagueiro frisa que o Novorizontino vai a campo para tentar conquistar sua primeira vitória na Segundona.

“É o primeiro ano do Novorizontino na Série B. Vamos para Londrina para pontuar. Respeitamos demais o adversário, mas temos que vencer e, dessa vez, o empate não vai ser visto com bons olhos. Precisamos do triunfo no Sul”, finalizou Filemon.

Veja Também