Ex-Goiás, Léo Sena não atuou na temporada devido a sequelas do Covid

Sem atuar pelo Spezia na atual temporada europeia, o volante Léo Sena vai aos poucos se recuperando após se curar da covid-19.

Postado em: 03-05-2022 às 12h29
Por: Victor Pimenta
Volante está no futebol europeu desde 2020, onde defende as cores do Spezia, na disputa do Campeonato Italiano | foto: Arquivo Pessoal

Sem atuar pelo Spezia na atual temporada europeia, o volante Léo Sena vai aos poucos se recuperando após se curar da covid-19. O jogador revelado pelo Goiás, foi um dos destaques do time italiano na última temporada, mas devido a doença, passou em branco com as cores do time aquilotti, em 2021/22;

O jogador foi um dos muitos casos no futebol que pegou a covid-19 e desde então, teve sequelas que fizeram com que seu desempenho nos gramados caísse, porém, seu estado foi bem mais grave do que imaginava. A página esmeraldino.com recebeu a informação que Léo Sena mesmo após se curar da doença, teve sequelas da doença. Confirma apurei, o volante foi diagnosticado com Miocardite e por isso não atuou em sequer uma partida na temporada 21/22 do futebol europeu.

O que é miocardite?

Continua após a publicidade

É uma doença no músculo cardíaco do coração, onde o sistema imunológico causa uma inflamação em resposta a uma infecção ou algum outro fator. Os sintomas podem incluir dor no peito, falta de ar ou palpitações. No entanto, essa inflamação é transitória, mas seu único tratamento é um bom descanso e o tempo. O jogador tem feito atividades leves, sem bola, e dificilmente terá ainda condições de atuar nessa temporada.

Léo Sena pelo Goiás

Revelado pelo clube esmeraldino, o volante disputou ao todo, 185 jogos no time profissional, marcando apenas um gol. Léo Sena foi importante na equipe e se destacou em 2019, na disputa da Série A. Ficou marcado no clube também por suas frases polêmicas, uma principalmente que ganhou o coração do torcedor esmeraldino. Após vencer clássicos diante do Atlético e Vila Nova, ele sempre soltava o bordão: “Segue tudo normal em Goiânia”.

Após se destacar com a camisa esmeraldina, o jogador foi vendido ao Atlético Mineiro, em 2020, por cerca de R$ 4 milhões. Porém, no Galo, o atleta teve poucas oportunidades no comando do então treinador Jorge Sampaoli, atuando apenas em três jogos.

Com isso, o clube mineiro decidiu emprestar o jogador ainda em 2020 para o futebol italiano, onde Léo Sena se destacou fazendo grandes jogos contra equipes como Milan, Internazionale e Juventus, do então craque Cristiano Ronaldo. Foram dezenove jogos pelo Spezia e contribuindo com uma assistência.

Veja Também