Dado Cavalcanti lamenta mais um empate do Vila Nova como mandante na Série B

Postado em: 30-05-2022 às 21h07
Por: Breno Modesto
No domingo (29), Vila Nova e Grêmio empataram sem gols no Serra Dourada | Foto: Roberto Corrêa/Vila Nova FC

No último domingo (29), o Vila Nova chegou ao quarto jogo seguido sem vitórias e sem balançar as redes. No encerramento da nona rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o time comandado pelo técnico Dado Cavalcanti ficou no 0 a 0 com o Grêmio, resultado que deixa o Tigre na zona de rebaixamento da Segundona. Com apenas nove pontos conquistados até aqui, o Colorado aparece na décima nona colocação, à frente apenas do Guarani, que tem oito.

Após o término do confronto contra o Tricolor Gaúcho, o comandante vilanovense lamentou o segundo empate por 0 a 0 sob seu comando, mas ponderou que, apesar de serem duros, os números não refletem o contexto das duas últimas apresentações do Vila Nova na segunda divisão. Para Dado, o que tem faltado aos atletas é terem um pouquinho mais de capricho nas finalizações.

“Os números são muito duros. Eles são mais duros ainda quando avaliamos e enxergamos eles de forma isolada, sem fazer uma conexão com o contexto do jogo. Eu acho que faltou um pouquinho mais de capricho. Criamos muito mais contra o Grêmio do que contra a Chapecoense. Para mim, é uma evolução. Mas acho que finalizamos melhor no jogo contra a Chape, mesmo chegando menos. Nos precipitamos um pouco. Faltou um pouco de tranquilidade. A posição na tabela tem gerado uma ansiedade em nossos atacantes”, disse Dado Cavalcanti.

Na sequência, Dado afirmou que sua primeira vitória à frente do comando técnico do Tigre está próxima de acontecer, principalmente pelo andamento, pela evolução e pela maturidade de sua equipe. O treinador finalizou dizendo que se incomoda ao olhar para a posição do Colorado na tabela, mas sabe que não deveria estar onde está.

“Penso que a vitória está muito próxima de acontecer. Pelo andamento, pela evolução e pela maturidade da nossa equipe, eu acho que está próximo. Eu entendo e lamento também mais um empate dentro de casa. Olhar para a tabela incomoda. Mas nós sabemos que não era para estarmos onde estamos”, finalizou o treinador.

Compartilhe: