Jair Ventura exalta força de elenco contra o Botafogo em que ‘reservas’ decidiram o confronto: “Vitória gigante”

Postado em: 07-06-2022 às 12h39
Por: Victor Pimenta
Treinador muda no segundo tempo e vê equipe esmeraldina virar a partida e distanciar da zona de rebaixamento | foto: Fernando Lima / Goiás EC

O Goiás conseguiu uma vitória importantíssima na noite da última segunda-feira (6), ao vencer de virada o Botafogo por 2 a 1, no estádio Engenhão e sair novamente da zona de rebaixamento. Com o resultado, o time esmeraldino subiu quatro posições, agora ocupando a décima segunda colocação. Os gols da partida vieram em jogadas de atletas do banco de reservas.

“Uma vitória importantíssima, principalmente pelas circunstâncias do jogo. O Nicolas sentiu e ainda faltava vinte minutos de jogo e ficamos com um jogador a menos, então ficou cada vez mais difícil, quando você perde jogadores por lesão. A gente vem perdendo peças, mas ficando cada vez mais forte como equipe, nossa segunda vitória consecutiva fora de casa. Hoje o mais importante é ressaltar a entrega do nosso grupo, que nos abraçou (eu e minha comissão), desde que chegamos. Segunda vitória consecutiva fora de casa. Precisávamos confirmar as boas performances que vínhamos tendo e com bons resultados e mais uma vez conseguimos uma bela vitória”, disse Jair Ventura.

A vitória esmeraldina teve o dedo de Jair Ventura. O técnico perdeu Matheusinho com sete minutos de jogo, colocando Vinicius e ainda foi responsável por colocar em jogo Pedrinho, Fellipe Bastos que participaram dos gols, além de Pedro Raúl, autor de dois gols da vitória. Ele falou sobre a baixa de atacante para o próximo jogo.

“Lógico que quando as substituições dão certo, a gente acaba sendo exaltado, quando não dão certo somos chamados de professor pardal. Faz parte e não temos que estar preocupados com as respostas, mas sim fazer o melhor pro Goiás. Uma pena e desejar uma boa recuperação para o Matheus e uma lesão de joelho ele terá que ser reavaliado. Ele entrou bem na Copa do Brasil, entrou de titular hoje e se machucou no início do jogo. A gente vem sofrendo muito com as lesões e se eu venho para cá pós derrota falar de lesão, é desculpa de treinador. Temos que analisar as circunstâncias e dentro de todas essas, deixa a vitória cada vez maior, então foi uma vitória gigante”, concluiu o treinador.

Confira a coletiva completa do treinador no canal oficial do Goiás:

Compartilhe: