Atlético Goianiense sai na frente, mas fica apenas no empate com o Ceará, fora de casa

O Atlético Goianiense conquistou mais um ponto importante no Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo (26), o time comandado pelo técnico Jorginho ficou no 1 a 1, fora de casa, com o Ceará.

Postado em: 26-06-2022 às 20h10
Por: Breno Modesto
No Castelão, Jorginho fez valer a "Lei do Ex" e marcou o único gol do Dragão no empate de 1 a 1 com o Ceará | Foto: Silvio Júnior

O Atlético Goianiense conquistou mais um ponto importante no Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo (26), o time comandado pelo técnico Jorginho ficou no 1 a 1, fora de casa, com o Ceará. Jorginho, fazendo valer a “Lei do Ex”, marcou para o Dragão. Erick deixou tudo igual para o Vozão.

Com o resultado, o Rubro-Negro foi aos 17 pontos conquistados e caiu da décima segunda para a décima terceira colocação na tabela de classificação. O próximo compromisso da equipe goiana será na quinta-feira (30), contra o Olimpia, no Paraguai. A partida é válida pela ida das oitavas de finais da Copa Sul-Americana.

O jogo

Continua após a publicidade

O confronto disputado na Arena Castelão começou com os donos da casa pressionando. Logo aos cinco minutos de jogo, o Ceará levou perigo ao gol do Atlético Goianiense. Nino Paraíba chegou à linha de fundo, tirou a marcação para dançar e cruzou na área, onde estava o meia Lima, que testou firme. Bem posicionado, Ronaldo fez a defesa.

Aos oito, no primeiro ataque rubro-negro, Jorginho chegou a marcar, mas teve seu gol anulado pela arbitragem. Airton serviu Hayner, que cruzou para o meio da área, onde estava o camisa 10 atleticano, que só tocou para o fundo das redes de João Ricardo. No entanto, após checagem, o VAR flagrou o meia em posição de impedimento e anulou o lance.

Aos 21, foi a vez do atacante argentino Diego Churín tentar marcar. Airton tentou a jogada individual, mas acabou perdendo a bola para a marcação cearense, que errou na saída e mandou para o centroavante. De longe, ele arriscou o chute. No entanto, a finalização acabou saindo sem muita força e ficando fácil para a defesa de João Ricardo.

Pouco tempo depois, aos 25, Jorginho apareceu outra vez para mandar a bola para o gol. Desta vez, sem irregularidades. Em jogada individual, Airton deixou a marcação do Vozão para trás e cruzou, na medida, para o Sheik, que só teve o trabalho de escorar para o fundo das redes, fazendo valer a “Lei do Ex” no Castelão.

Na volta dos vestiários, o Ceará, assim como nos primeiros 45 minutos, foi para cima do Rubro-Negro e chegou ao empate. Na marca de dois minutos, Nino Paraíba descolou um longo lançamento para Erick, que tentou cruzar. A defesa atleticana afastou o perigo na primeira, mas, na segunda, mandou para o próprio Erick, que finalizou. O chute acabou desviando no meio do caminho e “matando” Ronaldo, que, “vendido” no lance, não conseguiu salvar o Dragão. O tento foi o único lance de maior perigo na etapa final.

Ficha técnica

Ceará 1×1 Atlético-GO

Data: 26 de junho de 2022

Horário: 18h

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Gols: Erick (2’/2T) – CEA; Jorginho (25’/1T) – ACG

Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

VAR: Wagner Reway (PB)

Ceará: João Ricardo; Nino Paraíba, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Richard Coelho, Richardson, Fernando Sobral (Erick), Lima (Cléber) e Vina; Matheus Peixoto (Zé Roberto).

Técnico: Marquinhos Santos

Atlético-GO: Ronaldo; Hayner, Édson, Ramon Menezes e Jefferson; Edson Fernando (Lucas Lima), Marlon Freitas e Jorginho (Shaylon); Airton, Diego Churín (Rickson) e Luiz Fernando.

Técnico: Jorginho

Veja Também