Juan Tavares encara titularidade no Goiás como oportunidade de sua vida

Titular na vitória contra o Cuiabá, no último domingo (26), o lateral-esquerdo Juan Tavares vai ganhando forças para assumir a titularidade de sua posição.

Postado em: 29-06-2022 às 20h45
Por: Breno Modesto
O lateral-esquerdo Juan Tavares foi titular na vitória contra o Goiás, no domingo (26) | Foto: Heber Gomes

Titular na vitória contra o Cuiabá, no último domingo (26), o lateral-esquerdo Juan Tavares vai ganhando forças para assumir a titularidade de sua posição. Cria da base esmeraldina, o defensor, de 20 anos, participou dos últimos três jogos do Goiás, começando também o jogo contra o Corinthians, na Neo Química Arena.

De acordo com o lateral, ele tem encarado a chance de jogar na equipe profissional do Esmeraldino como a oportunidade de sua vida. Além disso, Juan cita que precisa aproveitar da melhor maneira possível as oportunidade que tem recebido, mas o jogador frisa que, apenas com o tempo, ele vai adquirir experiência.

“Eu encaro como a oportunidade da minha vida. Ter conseguido subir da base para o profissional logo no meu último ano de sub-20 foi uma benção de Deus. E essas oportunidades precisam ser aproveitadas, pois, além do Goiás ser um grande clube, a posição exige isso, pois muitos atletas a disputam. Então, eu tenho buscado ser firme, ser seguro, buscado fazer o meu trabalho de forma tranquila, porque sei que, com o tempo, vou adquirir experiência”, disse Juan Tavares.

Continua após a publicidade

O camisa 37 também comentou sobre a disputa de posição com Danilo Barcelos. Segundo Juan, o companheiro foi justamente um dos jogadores que o abraçaram no momento em que ele passou a integrar o time profissional. A briga pela lateral é tida pelo esmeraldino como um aprendizado, pois, além de “rival”, Barcelos é um conselheiro.

“Tenho visto como um aprendizado. O Danilo (Barcelos), por exemplo, é um cara que me ajudou quando eu subi (da base para o profissional) e que está sempre me falando coisas relacionadas à posição, falando alguns “atalhos” que posso ter dentro de campo. Esses caras são muito experientes. Então, eu posso aprender muito com eles e tenho visto tudo isso como um aprendizado. Sei que são caras que torcem pelo meu bem. Aprender com eles tem sido muito bom”, finalizou Juan.

Veja Também