Vila Nova acerta mais duas contratações para a temporada

Às vésperas do duelo contra o CSA, pela décima oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vila Nova anunciou a contratação de mais dois reforços para a sequência da temporada.

Postado em: 14-07-2022 às 20h42
Por: Breno Modesto
O meia Renan Bressan, que estava no Criciúma, reforça o Colorado na Série B do Campeonato Brasileiro | Foto: Celso da Luz/Criciúma EC

Às vésperas do duelo contra o CSA, pela décima oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vila Nova anunciou a contratação de mais dois reforços para a sequência da temporada. A partir desta quinta-feira (14), o meia Renan Bressan, de 33 anos, e o atacante Neto Pessoa, de 28 anos, passam a fazer parte do elenco comandado pelo técnico Allan Aal.

Renan Bressan

Natural da cidade de Tubarão, no interior do Estado de Santa Catarina, Bressan começou sua carreira profissional no Atlético Tubarão, clube de sua cidade e pelo qual fez suas categorias de base. Da equipe catarinense, rumou para a Europa, onde defendeu as cores do Gomel e do Bate Borisov, ambos de Belarus. O sucesso no país europeu, onde ele conquistou cinco títulos, fez com que o meia acabasse se naturalizando. Entre 2012 e 2018, Renan disputou 29 jogos e marcou três gols por Belarus.

Continua após a publicidade

Sua experiência na Europa não ficou só em Belarus. Bressan passou também pelo Spartak Vladikavkaz, na Rússia, pelo Astana, no Cazaquistão, pelo Rio Ave e pelo Chaves, em Portugal, e pelo Apoel, no Chipre, onde também foi campeão nacional. De volta ao Brasil, em 2019, esteve no Cuiabá, no Paraná, no Juventude, no CRB e, por último, no Criciúma, que o cede por empréstimo ao Colorado até o fim da temporada.

Neto Pessoa

Já o atacante Neto Pessoa, que é natural de Rio Branco, no Paraná, começou sua trajetória no modesto Feijó, do Acre. No futebol acreano, passou também por Plácido de Castro, Rio Branco, Andirá e Atlético. Além disso, esteve também no Nacional de Muriaé, de Minas Gerais, no ABC, no Náutico, pelo qual foi campeão brasileiro da Série C, no Ypiranga, do Rio Grande do Sul, no Botafogo, de Ribeirão Preto, no Remo e, por último, no Sabah, da Malásia.

Pessoa também tem em seu currículo uma Copa Verde, pelo Remo, e quatro campeonatos acreano, sendo um da segunda divisão. Na atual temporada, segundo o site Ogol, disputou apenas seis jogos e marcou dois gols.

Veja Também