Allan Aal vê justiça em empate do Vila Nova com o Ituano

Na última sexta (5), o Vila Nova somou mais um ponto importante na luta contra o rebaixamento e deixou a lanterna da Série B

Postado em: 07-08-2022 às 17h00
Por: Breno Modesto
Na sexta-feira (5), o Vila Nova empatou em 1 a 1 com o Ituano, no Serra Dourada | Foto: Roberto Corrêa/Vila Nova FC

Na última sexta-feira (5), o Vila Nova somou mais um ponto importante na luta contra o rebaixamento e deixou a lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no Estádio Serra Dourada, o time comandado pelo técnico Allan Aal ficou no 1 a 1 com o Ituano, pela 22ª rodada da competição nacional.

Após o término do confronto, o comandante vilanovense disse que o resultado foi justo, já que, no primeiro tempo, sua equipe esteve muito abaixo do que vinha jogando e que corrigiu isso apenas na segunda parte, quando marcou seu gol.

“Nosso primeiro tempo foi muito abaixo (do que a equipe vinha apresentando). Não conseguimos competir, não conseguimos nos organizar. E esses foram os fatores que mais nos prejudicaram no primeiro tempo. Nós fizemos uma coisa que não é o nosso perfil e, muito menos, o que eu acho de ideia de jogo, que é marcar individualmente o nosso adversário. No segundo tempo, não fizemos isso e nos desgastamos menos e jogamos mais. Poderíamos até ter saído com a vitória. Mas fomos muito abaixo no primeiro tempo e poderíamos ter perdido o jogo ali. O empate não é o resultado que queríamos, mas, pelo contexto do jogo, somamos um ponto e isso é importante para a sequência da competição”, analisou Allan Aal.

Continua após a publicidade

Questionado sobre suas cobranças no intervalo, Allan disse que estava insatisfeito com o que viu no primeiro tempo e que, por isso, cobrou seus atletas no vestiário, mas de uma maneira que fez com que eles mantivessem a confiança para buscar o resultado.

“A insatisfação era muito clara. Mas temos que ter uma postura. Temos que cobrar, mas mantendo a confiança, ao invés de desestabilizar os atletas, porque a cobrança externa já estava grande. Então, cobramos de uma maneira justa e honesta. Fizemos as trocas que achamos que deveríamos fazer. Eles entenderam e voltaram com outra postura. Voltamos melhor no segundo tempo e competimos mais. Lamentamos não conseguir os três pontos, principalmente por ter sido em casa, mas valorizamos muito o que foi feito no segundo tempo e por manter uma sequência somando pontos. Isso vai ser importante para sairmos dessa zona de rebaixamento”, finalizou Aal.

Veja Também