Após empate com Londrina, Allan Aal afirma que ansiedade tem atrapalhado o Vila Nova

Para o técnico colorado, equipe precisa corrigir fator ansiedade, que acaba interferindo nas tomadas de decisões durante partidas

Postado em: 14-08-2022 às 20h30
Por: Maiara Dal Bosco
Allan Aal acredita que Vila Nova tem plenas condições de sair da zona de rebaixamento; na próxima rodada, Tigre enfrenta o Náutico | Foto: Roberto Corrêa/Vila Nova FC

Após empatar com o Londrina jogando no Serra Dourada, na última sexta-feira (12), o Vila Nova chegou ao 15º empate na Série B. Diante do resultado, o técnico Allan Aal destacou que a equipe precisa compreender o lado do torcedor que já “jogou a toalha”, e, ainda, que o time tem plena condições de sair da situação em que se encontra – na zona de rebaixamento.

“O Vila está sendo rebaixado acho que desde a 10ª rodada do primeiro turno. Então a gente tem que entender o lado do torcedor. Temos ainda mais 14 rodadas pela frente e temos plenas condições sim [de sair da zona de rebaixamento], e, enquanto estivermos trabalhando, acreditando, temos que fazer o nosso papel”, afirma Aal.

O técnico ressalta que, com o resultado, a frustração não é apenas do torcedor, e sim, de todos da equipe. “Mesmo assim, a gente respeita a opinião de alguns torcedores que já jogaram a toalha. Outros continuam acreditando, e nós temos a obrigação de trabalhar mais, acreditar e buscar. O que vai acontecer no final [rebaixamento ou não], só temos como cravar depois da 38ª rodada, antes, é impossível”, pontua.

Continua após a publicidade

Ansiedade

Para Allan Aal, a ansiedade atrapalhou bastante o Vila Nova na partida diante do Londrina. “A movimentação em alguns momentos se excedeu pela nossa ansiedade. As nossas tomadas de decisões no 1º tempo foram muito ruins, e criamos muito pouco. No 2º tempo, a gente jogou praticamente no campo do Londrina, mas também tivemos muita ansiedade, questão que precisamos corrigir internamente e, principalmente, nos fortalecermos mentalmente para poder jogar em casa de uma maneira mais equilibrada e inteligente”, frisa.

Segundo o técnico, a equipe vem absorvendo a ansiedade também da torcida. “Estamos absorvendo a ansiedade de fora de campo que é natural do torcedor e estamos transferindo para dentro [do jogo]. Estamos nos precipitando muitas vezes. Está todo mundo querendo estar perto da bola e dar uma resposta para que a gente possa conseguir a vitória, e isso acaba atrapalhando. A situação é ruim, é frustrante, mas não somos a pior equipe e vamos provar isso dentro de campo”, disse Aal.

Próximo jogo

Na próxima rodada, a 25º pela Série B, o Vila Nova enfrenta o Náutico fora de casa. Na próxima sexta-feira (19), às 21h30, as duas equipes entram em campo com objetivos bastante semelhantes: tentar deixar a zona de rebaixamento. Isso porque, enquanto o Vila Nova é o lanterna, com 21 pontos, o Náutico, também com 21, é o 19º colocado da competição. Integram a zona de rebaixamento CSA e Guarani, 18º e 17º, respectivamente, ambos com 23 pontos cada.

Veja Também