Após queda na Copa do Brasil, Kelvin quer reação do Atlético Goianiense no Campeonato Brasileiro

Para o atacante Kelvin, o time atleticano precisa pegar o que ficou de positivo da campanha na Copa do Brasil para reagir no Brasileirão

Postado em: 19-08-2022 às 10h45
Por: Breno Modesto
Por ter atuado por outra equipe, o atacante Kelvin não pôde ser inscrito na Copa do Brasil | Foto: Alan Deyvid/Atlético-GO

Após a eliminação na Copa do Brasil, o Atlético Goianiense volta seu foco momentâneo para o Campeonato Brasileiro, competição pela qual entrará em campo no próximo domingo (21). Às 18h, o time comandado pelo técnico Jorginho enfrentará, no Estádio Antônio Accioly, a equipe do Cuiabá, que briga com o próprio Dragão para escapar das últimas posições na tabela de classificação.

O duelo contra os mato-grossenses é uma oportunidade que o Rubro-Negro tem para ultrapassar um adversário direto na luta contra o rebaixamento e de deixar o Z4 do torneio. Para o atacante Kelvin, o time atleticano precisa pegar o que ficou de positivo da campanha na Copa do Brasil para reagir no Brasileirão.

“Com certeza. Temos que tirar as coisas positivas dessa eliminação e virar a página. Agora, é outra competição. Temos que reagir no Campeonato Brasileiro. E vamos trabalhar muito para tentar reverter essa situação na qual o clube se encontra e eu tenho certeza de que vamos conseguir”, disse Kelvin.

Continua após a publicidade

Com a queda nas quartas da Copa do Brasil, o Atlético passará a ter algumas semanas livres para treinar. De acordo com Kelvin, o tempo maior será bom para que o comandante rubro-negro coloque em prática suas ideias. Além disso, o atacante cita que o descanso maior de um jogo para o outro pode ajudar a fortalecer a equipe.

“É uma situação muito boa para nós. Acredito que teremos um bom tempo de trabalho para organizar tudo que o professor Jorginho quer fazer. E isso acaba sendo uma boa vantagem para nós. Inclusive, teremos também um tempo melhor de descanso e isso pode fortalecer mais a nossa equipe”,comentou o atacante

Por fim, Kelvin falou sobre suas características e também a respeito de atuar na função de meia, como fez na última partida do Campeonato Brasileiro, quando substituiu o meia Jorginho.

“No ABC, eu costumava jogar como um ponta. No decorrer do campeonato, o treinador da equipe optou por me colocar no meio e me adaptei muito bem”, finalizou Kelvin.

Veja Também