“Trabalhar porque temos onze partidas pela frente” diz Eduardo Souza após derrota

Técnico interino comandou o Dragão na derrota para o Internacional, nesta segunda-feira (19), no Antonio Accioly

Postado em: 20-09-2022 às 21h46
Por: Maiara Dal Bosco
Técnico interino comandou o Dragão na derrota para o Internacional, nesta segunda-feira (19), no Antônio Accioly | Foto: Alan Deyvid/Atlético-GO

Depois de perder para o Internacional em casa na noite desta segunda-feira (19), o Atlético Goianiense vive uma situação ainda mais delicada no Campeonato Brasileiro. Isso porque das onze rodadas que faltam para o término da competição, o Dragão precisa vencer ao menos sete para permanecer na Série A em 2023. Para o técnico Eduardo Souza, que comandou a equipe interinamente contra o Internacional após a suspensão de Eduardo Baptista na última rodada, é preciso trabalhar pelas partidas que vêm pela frente.

“Não adianta lamentar. É trabalhar porque nós temos aí onze partidas e nós vestimos uma camisa muito grande, que a cada dia vem crescendo mais no cenário nacional. Temos que ter hombridade para disputar cada jogo da melhor maneira possível”, afirmou.

Com relação ao protesto de torcedores rubro-negros contra a diretoria do clube após a derrota, Eduardo Souza ressaltou o crescimento da torcida e, ainda, que a equipe precisa manter a tranquilidade. “Quanto ao protesto, o torcedor é passional. Além disso, o Atlético cresceu muito, então o torcedor, principalmente pelas campanhas e a decepção de bater tão perto nas Copas (do Brasil e Sul-Americana), fez com que ele esperasse terminar o ano de uma melhor maneira e o que pesa é o Brasileiro, infelizmente. A gente tem que ter tranquilidade, mas ficamos muito chateados com a situação em que nos encontramos”, destacou Souza.

Continua após a publicidade

O técnico interino também falou sobre o fator emocional no jogo contra o Internacional. “O gol claro que é sorte, mas também é competência. A gente precisa ter essa competência de colocar essa bola para dentro. Hoje até respondemos bem no 2º tempo, hoje eu acredito que conseguimos melhorar um pouco essa parte emocional, mas é difícil, você até joga bem, cria situações mas parece que as coisas são difíceis, ainda mais no nível que nós estamos enfrentando aqui”,finalizou.

Agora, o Atlético volta a campo apenas na próxima quarta-feira (28), contra o Corinthians, em São Paulo.

Veja Também