Ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero é banido do futebol

Ele começou a ser investigado pelo comitê em 2015, por suspeita de envolvimento em esquemas de recebimento de propina para beneficiar empresas de mídia e de marketing em torneios de futebol

Postado em: 27-04-2018 às 10h35
Por: Márcio Souza
Ele começou a ser investigado pelo comitê em 2015, por suspeita de envolvimento em esquemas de recebimento de propina para beneficiar empresas de mídia e de marketing em torneios de futebol

A Câmara Adjudicatória do Comitê de Ética da Federação
Internacional de Futebol (Fifa) baniu hoje (27) o ex-presidente da Confederação
Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, de atividades relacionadas ao
futebol. A punição o impede de continuar a exercer qualquer atividade tanto em
nível nacional quanto internacional.

Del Nero começou a ser investigado pelo comitê em novembro
de 2015, por suspeita de envolvimento em esquemas de recebimento de propina
para beneficiar empresas de mídia e de marketing em torneios de futebol, como
as copas América, Libertadores e do Brasil.

Continua após a publicidade

Segundo a Câmara Adjudicatória da Fifa, Del Nero foi
considerado culpado por recebimento de propina e envolvimento em corrupção, por
oferecer/aceitar presentes ou outros benefícios e por conflito de interesse,
entre outros.

Além disso, a Fifa impôs ao ex-presidente da CBF uma multa
de 1 milhão de francos suíços (cerca de R$ 3,5 milhões).

 Com informações da Agência Brasil. 

Veja Também