Goiás vence Ferroviária nos Pênaltis e se classifica

Em campo encharcado, Goiás precisou das penalidades para superar a equipe da Ferroviária – Foto: Assessoria Goiás

Postado em: 12-01-2020 às 21h50
Por: Daniell Alves
Em campo encharcado, Goiás precisou das penalidades para superar a equipe da Ferroviária – Foto: Assessoria Goiás

Victor Pimenta

Muita
água, pouco futebol e decisão nos pênaltis, Foi assim que o Goiás conseguiu se
classificar para a terceira fase da Copa São Paulo ao empatar com a Ferroviária
em 0 a 0 e vencer nos pênaltis por 5 a 4. Agora o clube goiano encara na
próxima terça-feira (14), o Palmeiras, visando as oitavas-de-final.

Continua após a publicidade

O Jogo

Jogando
em casa a Ferroviária mostrou que conhece o campo até mesmo depois de muita
chuva. A bola que não rolou direito por causa das poças de água no gramado, não
atrapalharam o time de Araraquara dominar o Goiás e criar as melhores chances.
O camisa dez do clube paulista quem mais chegou perto de abrir o placar. Aos
quarenta e cinco segundos finalizou rasteiro no canto esquerdo de Luis Felype
que fez uma bela defesa. Jhonathan aos oito minutos também fez com que o
goleiro esmeraldino trabalhasse. Mais uma vez Claudinho de longe colocou a bola
no fundo das redes. A melhor chance do Goiás foi nos pés de Marinho, o time
goiano ainda teve quatro amarelos ainda no primeiro tempo.

O segundo
tempo esmeraldino foi muito melhor depois do intervalo, criou mais chances e
equilibrou a partida. Marinho aos sete minutos e João Marcos aos onze ficaram
perto de fazer o gol. Gustavinho em duas oportunidades também tentou colocar o
Goiás em vantagem. Nas poucas chegadas que teve, a Ferroviária fez com que Luis
Felype trabalhasse bastante. O zagueiro Da Silva também em uma bela partida
ajudou o time goiano. Aos tinta e três minutos, confusão na área esmeraldina e
o juiz expulsou o zagueiro Vanderley e o atacante Davi, do time paulista. 0 a 0
no placar, a disputa ficou para os pênaltis.

Nas
penalidades, o Goiás conseguiu marcar em suas cinco cobranças com João Marcos,
Zé Vitor, Da Silva, Igor e Caio, o último que definiu a classificação
esmeraldina. No lado da Ferroviária, quatro gols, sendo um chute na trave de
Luis Felype.

Ficha técnica:

Ferroviária 0(4)x(5)0 Goiás

Horário: 19h00 (horário de Brasília)

Arena Fonte Luminosa (Araraquara)

Árbitro: Giuliano Dutra;

Ferroviária: Léo Wall; Gustavo Medina, Vinicius
Oliveira, Victor Hugo, Willian; Ian Luccas (Rafael), Vinicius, Cláudio
Porfírio; Luiz Claudio (Antônio Gabriel), Jhonatan (Pedro Guerreiro) e David
Barros. Técnico: Leonardo Mendes.

Goiás: Luis Felype; Lucas Lima, Vanderley, Taylon,
Da Silva, Gustavinho (João Zica); Henrique Lordelo, Nathan (Igor), Zé Vitor;
João Zica, Pedro Marinho (Caio) e João Marcos. Técnico: Augusto César.

 

Veja Também