Serra Dourada diminui deficit em 81%, mas segue fechando no vermelho

Após fechar dois anos consecutivos com quase 5 milhões de dívidas, o prejuízo em 2019 foi de 860 mil com a praça esportiva - Foto: Felipe André

Postado em: 16-01-2020 às 11h25
Por: Raphael Bezerra
Após fechar dois anos consecutivos com quase 5 milhões de dívidas, o prejuízo em 2019 foi de 860 mil com a praça esportiva - Foto: Felipe André

Felipe André

Após assumir a secretaria de Esportes em dezembro de 2018, Rafael Rahif fez um balanço na manhã desta quinta-feira (16), na sede da Secretaria de Esporte e Lazer, localizada no estádio Serra Dourada. Com críticas a última gestão e a situação em que a maior praça esportiva de Goiás havia chegado nos últimos anos, Rafael ao lado do Superintendente de Infraestrutura Esportiva e Segurança, Rudson Guerra, revelou uma queda de aproximadamente 81,7% no deficit das contas do estádio, mas que ainda estão sendo fechadas no vermelho.

Em quatro anos, de 2014 até 2018 foram R$ 12 milhões e 643 mil de saldo negativo. No ano de 2017, o prejuízo foi de R$ 4 milhões e 100 mil, e no ano seguinte de R$ 4 milhões e 700 mil, isso levando em consideração apenas os números revelados do estádio Serra Dourada. Em 2019 o prejuízo foi de R$ 860 mil. Guerra ressaltou que pretende manter o ritmo e as negociações para que nos próximos balanços, as contas comecem a fechar positivamente e o estado comece a ter lucros com o Serra Dourada.

Continua após a publicidade

“Os
contratos de segurança e de limpeza conseguimos reduzir em cerca de 30% apenas
na conversa, sem demissão de funcionários. Nós mantemos o mesmo quadro de pessoas, com a redução de percentual fazendo com que o estado tivesse um valor menor a pagar. O quadro móvel acumulou o prejuízo de R$ 7 milhões e 200 mil nos últimos cinco anos. Como administra o espaço como o Serra Dourada com saldo negativo, isso que o estacionamento é utilizado para diversos shows, tem como arrecadar”, declarou Rudson Guerra.

Uma opção levantada pelo Superintendente é a de comercializar a área externa do Serra Dourada para anúncios publicitários. Como citado por Guerra, o estacionamento do Serra Dourada seguirá em 2020 sendo palco de diversos shows ao longo de todo o ano. Para esse novo ano, a secretaria juntamente aos clubes determinou que para os dias de jogos durante o dia, o clube terá que arcar com o quadro móvel e pagar 10% da renda, quando os jogos acontecerem a noite, o clube seguirá arcando com o quadra móvel, mas agora pagando 15% de sua renda.

O estádio segue a sua revitalização total do seu gramado, o que não acontecia a 26 meses. A previsão é para que o Serra Dourada possa voltar a receber jogos no fim de março, e se tornando uma opção para as finais do Campeonato Goiano.

Veja Também