Paulo Pereira elogia elenco e vê evolução no decorrer da competição

Experiência no Iporá é a primeira no futebol goiano em sua carreira de treinador - Foto: Victor Pimenta / 10Centralizados

Postado em: 23-01-2020 às 14h25
Por: Daniell Alves
Experiência no Iporá é a primeira no futebol goiano em sua carreira de treinador - Foto: Victor Pimenta / 10Centralizados

Victor Pimenta

O Iporá estreou no Campeonato Goiano pontuando fora de casa
ao empatar com o Goiânia em 1 a 1. O treinador Paulo Pereira, de 54 anos
assumiu a equipe goiana e gostou do que viu na primeira partida do Guará na
competição. É sua primeira experiência atuando no estado.

Continua após a publicidade

“A intensidade é boa, gostei da parte física da minha
equipe, acredito que ainda vai crescer e pela distância da cidade de Iporá a
gente conseguiu fazer somente um jogo treino. Então, ao longo da competição, o
time vai crescendo e 85% da equipe é de fora, nunca disputou o goiano. Então,
pela primeira apresentação, eles entenderam a intensidade e a forma de gostar”,
falou Paulo Pereira.

Após o empate em 1 a 1, Paulo Pereira analisou a partida e
que o Iporá merecia mais que apenas o único ponto.

“Difícil pra caramba empatar aos quarenta e cinco do segundo
tempo, mas eu analiso e não dá para falar injusto, mas a gente merecia um pouco
mais e não podemos descartar o empenho do adversário, apesar de só jogarem na
bola longa no segundo tempo com um jogador a menos, mas lutaram, tentaram e
buscaram por uma infantilidade do nosso zagueiro. Não vi as imagens, mas de
onde eu estava eu acho que foi pênalti. Saímos deixando dois pontos aqui”, ressaltou
o treinador.

 

Veja Também